Google+ Followers

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Bacalhoada Sabor Garantido!


Esta bacalhoada foi feita com lascas de bacalhau salgado, que eu havia comprado para fazer uma torta, ou algo assim. O bacalhau que é vendido em lascas salgadas deve ser o mais barato à venda no comércio. Mas este resultou super saboroso, o que deveria surpreender, já que este é o primo humilde do bacalhau em lombo, rsrs. Esta receita é simples e, como diz o nome, o sabor é garantido, mas alguns cuidados têm de ser tomados, para que o resultado seja bom. Se este prato for preparado com o bacalhau salgado, como é o caso, em lombo ou em lascas, o dessalgue deve ser feito com critério. Eu tenho um livro de culinária muito antigo e famoso, que orienta a dessalgar o bacalhau passando-o por muitas águas (de cinco a sete), depois de uma primeira lavagem, sob água corrente. A experiência me ensinou que o dessalgue não deve ser feito assim. Primeiramente porque a água não leva apenas o sal, mas também o sabor do peixe. E depois porque não convém tirar todo o sal, já que ele terá de ser salgado novamente, rsrs. Então, o que eu aconselho é o seguinte: primeiro que o sal da superfície seja removido, sob água corrente, e depois que o peixe passe por três águas, ficando submerso nessas águas por algumas horas. Depois ele deve ser aferventado, para tirar algum restante de excesso de sal, e também para facilitar a extração de peles e espinhas. A água em que ele for aferventado não deve ser descartada, pois é nela que as batatas serão cozidas, portanto esta água deve ser reservada. Caso ela  resulte salgada demais, uma parte deve ser substituida por água corrente, para que as batatas não fiquem excessivamente salgadas. Mas eu nunca tive que fazer isso, rsrs. Depois da aferventação eu costumo provar um pedacinho do peixe para ver se o sal ficou no ponto e geralmente fica. Se, porém, o prato for preparado com bacalhau fresco,  o único cuidado a ser tomado é o de temperar previamente o peixe, para que ele absorva o sabor dos temperos. O ideal é fazer isto horas antes do preparo. Eis aí um prato simples e saboroso, digno de um top chef, rsrs.

 

Bacalhoada

Ingredientes:

1 kg de bacalhau salgado
600g de batatas descascadas, cortadas em fatias de 0,5 cm e cozidas na água em que o bacalhau foi aferventado
1 cebola grande cortada em fatias
3 dentes de alho socados ou bem picados
¼ de pimentão amarelo fatiado (ou a gosto, eu nunca exagero no pimentão)
¼ de pimentão verde fatiado (ou a gosto)
¼ de  pimentão vermelho fatiado (ou a gosto)
2 tomates maduros sem pele e sem sementes, fatiados
½ xícara de (chá) de azeite de oliva extra virgem (ou a gosto)
Pimenta do reino moída na hora (opcional)
Outros
½ xícara (chá) de azeitonas pretas (ou a gosto)
½ xícara (chá) de cheiro-verde higienizado e picado
4 ovos cozidos cortado em rodelas

 
Preparo
Lave o bacalhau sob água corrente para remover o sal da superfície. Ponha-o numa bacia com água, e troque a água umas três vezes (de quatro em quatro horas, por exemplo). Escorra a água e afervente o bacalhau em água limpa. Escorra e reserve esta água, para cozinhar nela as batatas. Remova a pele e espinhas do bacalhau e ponha-o de lado. Ligue o forno em temperatura alta, 200º C. Descasque e corte as batatas em fatias de 0,5 cm e cozinhe-as rapidamente  (por seis minutos, contados após a fervura) na água em que o bacalhau foi aferventado, mas verifique antes se a água não está excessivamente salgada, caso esteja, substitua uma parte dela por água corrente. Lave e corte os pimentões em fatias, ¼ de cada um. Tire as peles e sementes dos tomates e corte-os em fatias. Descasque e corte a cebola em rodelas.
Num refratário fundo, que possa ir ao forno, faça camadas de bacalhau, intercaladas de camadas de batatas e dos demais ingredientes, distribuindo o alho picado sobre o bacalhau, de preferência.  Regue tudo com o azeite, cubra o refratário com papel alumínio  e leve-o ao forno por 35/40 minutos. Tire o peixe do forno e distribua o cheiro verde, as azeitonas e os ovos sobre ele.

20 comentários:

Simone Scharamm disse...

Adoro todas as receitas com bacalhau. Tá linda a sua bacalhoada!
beijos!

Tânia disse...

Marly! Espero que tenha tido uma ótima Páscoa junto aos teus queridos!
E esse bacalhau, com certeza com sabor garantido é tudo de bom. É a receita preferida de minha mãe.
Beijão, querida. Tenha uma ótima semana!

Andréa disse...

OLÁ MARLY!
EU AMO ESTE PRIMO DO FILÉ DE BACALHAU, ESTAS LASCAS TEM UM SABOR MARAVILHOSO.
AS FOTOS ESTÃO LINDAS, QUE DELÍCIA!

TENHA UMA SEMANA ABENÇOADA!
BJS,
ANDRÉA

D Augusto disse...

As fotos ficaram lindas Marly. Aqui em casa teve este mesmo bacalhau porém acabou salgado demais. Vou perguntar pra minha mãe o processo que ela usou para dessalgar e dar suas dicas a ela. Um beijo

Lurdes Losquinhos disse...

Tem um aspecto maravilhoso. Adoro bacalhau de qualquer maneira.
Bjs

Izis Borck disse...

Deliciosa...

Josy disse...

Marly querida, uma aula cheia de dicas assim não há como não resultar em uma bacalhoada com o sabor garantido, gostei muito das dicas, e seu prato ficou digno de uma Chef, perfeito, colorido e muito bonito. Gostei demais. Bjos uma ótima semana

Cíntia A. S. Sevaux disse...

Muito boas as dicas, Marly!!Nunca fiz bacalhau...eu adoro, mas meu marido e meu pai não acham nada demais...fazer o que, gosto é gosto...Mas um dia desses eu ainda faço nem que for só pra mim...rsrsbjinhos

Renata Boechat disse...

Especialíssimo minha amiga!

e se você deu garantia, então está perfeito!

Chef Marina disse...

Adorei a receita, parabéns além de linda deve ser super saborosa, e gostei especialmente de um detalhe: utilizar a parte menos nobre, ou menos apreciada do bacalhau e transformá-lo em um prato repleto de delicadeza e sabor.
www.tentepreparar.blogspot.com

Akemi disse...

Boa noite, Ma! Já passei pelos dois lados opostos com pratos de bacalhau, ou ficaram salgados demais ou insossos e estas suas dicas vêm bem a calhar para não errar mais! ;)
Bjss e uma linda semana!

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Nossa...que delícia! Adoro bacalhau...hoje no mercado fui procurar para fazer de novo e cadê??? Já não acho mais, acabaram!!!
Parabéns pela receita!
Bjs, uma ótima semana criativa e de paz...
CamomilaRosa

Danni e Lype disse...

Querida Marly,
A sua bacalhoada ficou super ESPECIAL!!! Ficou colorida e LINDA!!! Com certeza não sobrou nem o caldinho, né amiga?
Parabéns!!! MARAVILHOSO!!!
Grande beijo, Irene

Fabiane Teixeira disse...

Oi, Marly!
Que delicia de bacalhoada!
Adorooo...
E esta tão colorida!
Beijos

"Manjares da Manu" disse...

Ficou com um colorido lindo!!!

Bjs...Boa semana!!!
Tem sorteio lá no blog!!!

Érica disse...

Ficou um prato lindo e delicioso.
bjs

Heloísa disse...

Marly,
Essa é uma das formas que eu costumo fazer o bacalhau.
Quanto ao dessalgue, você tem razão. Eu estranho quando leio receitas, ou conselhos, que dizem ser necessárias 48 (!) horas para tirar o sal do bacalhau. Não deve sobrar gosto algum.
Beijo.

Sueli disse...

Marly, em casa o Edu gosta apenas das lascas de bacalhau, então eu compro bacalhau do porto e peço para desfiar em lascas gdes, fica uma delícia.
Ai eu dessalgo elas igual vc ensinou e cozinho as batatas, passo os pimentões, cebola tudo na água do bacalhau e depois forno, fica divino
Um gde beijo para ti

Renata disse...

Querida Marly, primeiramente, queria te agradecer pelo carinho na sua mensagem de Páscoa e pedir desculpas pela minha ausencia. Esses últimos dias foram muito atarefados e nem sequer consegui desejar uma Feliz Páscoa para os meus leitores :( A gente sempre acha que vai dar conta de mais do que pode, não é mesmo? Eu jurava que ia tirar essa mudança de volta ao Brasil de letra, mas não é bem assim que a banda toca, a coisa é mais complicada (muito mais!) do que se possa imaginar! Ainda deverei ficar ausente por um tempinho, mas saiba que vc estava nos meus pensamentos na Páscoa, e espero que sua semana santa tenha sido deliciosa junto com seus amados.
Quanto ao bacalhau, eu não tinha a menor dúvida que vc transformaria o bacalhau mais simples num prato digno de chef. Uma aula e tanto! Parabéns, fiquei doida pra correr ali no mercado e comprar pra fazer!
um beijo grande e uma otima semana pra vc!

Ivani disse...

Marly minha querida, essa receita foi exatamente a que aprendi com a mãe de meu sogro, avó de meu marido, portuguesa nascida, criada e casada em Portugal.
Meu sogro veio para o Brasil aos 14 anos. Traziam no sangue aquele orgulho, aquele olhar de "eu sei!".
Sexta-feira Santa, agora, fiz essa receita e foi um sucesso.
Voce está certíssima, as batatas devem ser cozidas na agua do bacalhau fervido, antes provando o sal.
O dessalgue é assim mesmo, devagar, sem lavar demais para preservar o sabor (e o cheiro).
Fica divino. No domingo de Páscoa fizemos uma torta com o peixe que sobrou e as azeitonas.
Obrigada pelo enorme carinho lá no blog e obrigada também por tolerar meus pitecos por aqui.
Beijos, boa semana.