Google+ Followers

sábado, 24 de novembro de 2012

Bolo de Natal



Olá, estou ainda num ritmo mais lento, que imagino ser uma sequela transitória da virose  que peguei.  Mas iniciar as providências para o Natal é preciso, por isso já comecei a tomar as minhas, fazendo este bolo, rsrs. Ele é o noso bolo natalino preferido, por ser fofo, delicioso e versátil. Esta receita é conhecida por minha família há tantos anos, que fiquei obcecada para saber exatamente quantos, e revirei toda a minha biblioteca de culinária, para achar a revistinha (herdada de minha mãe) em que se encontra a receita. Pois é, a encontrei e tirei as minhas dúvidas, 49 anos! rsrs.
 
 
 
Estão vendo a setinha, na foto acima? Ela indica as informações abaixo, que se encontram na contracapa da revistinha:
 
 
 
 
Como podem ver, trata-se de um suplemento com receitas da marca Royal. Ele foi anexado à revista Capricho nº 136, publicada  - segundo dados da Internet - em maio de 1963!
A receita leva 4 xícaras de farinha e faz um bolo grande ou dois como o da foto (feitos em formas de pão).  Já na minha família ela foi ligeiramente modificada, pois penso que julgaram a quantidade de açúcar um pouco excessiva, principalmente porque o bolo deve ser coberto com glacê, conforme a foto, ou com açúcar de confeiteiro, como eu fiz. Desde que me lembro, também sempre acrescentamos saborizantes como essências (de baunilha ou de nozes ou amêndoas) ou casca ralada de laranja ou limão ou ainda - e principalmente - especiarias. Isto fica a critério de cada um, mas garanto que seja qual for a escolha o bolo reesultará muito saboroso. Ele é ótimo para dar de presente de Natal e todo ano eu o faço para este fim, rsrs. Também aprecio o fato de ele não ser um bolo pesado, como costumam ser os bolos natalinos (próprios para o inverno do hemisfério norte e impróprios para o nosso verão, rsrs).

 
 

 
 
 
Bolo de Natal (Royal)
(receita adaptada, para facilitar a confecção)
 
xícara = 240 ml
 
 
Ingredientes
 
 
2 xícaras de açúcar
1 xícara de manteiga ou margarina
4 xícaras de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de fermento em pó (na receita diz Pó Royal)/ coloco só uma  colher caprichada.
1 colher (chá) de sal
1 e 3/4 xícaras de leite
4 ovos
100 g de nozes picadas grosseiramente (na receita diz moídas)
100 g (3/4 de xícara) de frutas cristalizadas picadas
200 g de passas amarelas e pretas (geralmente eu diminuo as passas e acrecento cerejas em calda bem escorridas e picadas, damascos secos previamente aferventados e picados etc. )
 
 
Preparo
 
 
Unte com manteiga e enfarinhe uma forma grande de bolo ou duas médias e reserve-as.  Dê uma ligeira fervida nas passas e ponha-as para escorrer numa peneira. Bata as claras em neve, na batedeira, passe-as para outra tigela e ponha a tigela de lado. Bata em creme a manteiga e o açúcar. Junte as gemas, uma a uma, batendo bem. Ligue o forno em temperatura média, 180ºC. Tire a tigela com o creme de manteiga da batedeira e  peneire a farinha com o fermento sobre o ele. Misture tudo, acrecentando também o leite aos poucos. Seque bem as passas com um pano limpo e esfregue-as, como também as frutas cristalizadas, com farinha de trigo (nunca seco as passas e nem esfrego nada com farinha, mas mesmo assim as frutas ficam bem distribuidas na massa, que é leve; mas a coisa funciona realmente melhor se as passas estiverem bem secas, portanto, para seguir a receita à risca, afervente as passas bem antes de começar a preparar a receita, para que sequem naturalmente, depois ponha todas as frutas numa tigela com farinha e revolva tudo muito bem, para que fiquem enfarinhadas; isso - em tese - evita que as frutas afundem na massa se concentrando no topo do bolo, rsrs). Acrescente claras em neve à massa, misturando delicadamente. Ponha a massa na forma reservada e leve-a ao forno. Asse o bolo por uns 50 minutos ou até que passe no teste do palito. Depois de assado e frio, cubra o bolo com um glacê branco ou com açúcar de confeiteiro.

 
Ah, e por último, mas não menos importante!

Muito, mas muito obrigada mesmo, a todos que têm me enviado palavras de encorajamento e carinho!


 
 

30 comentários:

angela disse...

que bolo lindo, me lembro muito bem destes encartes.
eu tambem estou ainda muito lenta, apesar de já ter melhorado bastante. bjs e continue melhorando sempre.

Gina disse...

Olá, Marly!
Esse é daqueles encartes-relíquias, que vêm acompanhado de muitas lembranças.
Realmente, no passado a quantidade de açúcar era incrível. Se não adaptarmos, fica impossível saborear.
Bjs.

Marisa Vlasic disse...

Olá Marly, que bolo delicioso e lindo !!
Certamente um belo presente de natal.
Acho que vou fazer esse bolo e me dar de presente…rsrs

Beijinhos e um excelente domingo !!
Marisa

Renata disse...

Esse é mesmo um bolo "de respeito", hein, Marly! O seu, como sempre, ficou lindo e mais leve, adoro as suas adaptações mais adequadas aos nossos Natais Tropicais! Deve ser realmente delicioso, e me imagino caindo dentro dele no café da manhã do dia 25 (meu momento gastronômico preferido desta ocasião rsrs)
bjsss

rose japan disse...

Ola Minha amiguinha Marly!!! Espero que ja esteja 100 bem, a gente leva um tempinho mesmo p pegar o ritmo!!! Aqui em casa devido os aquecedores q ja estamos ligando tbm me ataca a asma, ai fico meia ruim...e tbm to meia devagar na net!!

Marly, nossa a minha irma que vive com a minha mae, vive dando tudo la em casa pra se desfazer das coisas velhas, eu ja amo, minha mae tem uma prateleira de livros , sabe aquelas colecoes, so espero q a minha irma no jogue fora, tbm tem livros de colecoes de receitas, etiquetas, isso pq minha maezinha fez dia 21 de nov. 89 anos....acredita que um eu troxe p ca, so de etiquetas, vou ver onde esta!!!!

E vc falando das receitas heranca da maezinha, lembrei disso.,,,,hummm e deve ter ficado uma delicia esse bolo!!!

Bjinhos e otimo domingo...

Rose jp

PINTA ROXA disse...

Muito bom dia, venho ás vezes aqui ao blog, pois as receitas e os textos são sempre interessantes, estive agora a ler o teu dilema, mas acho que já tens tudo encaminhado, que é como quem diz, tomaste uma decisão..
Quanto á receita de hoje, meu Deus a receita é da minha idade, e a embalagem do formento em pó continua a ser igual aqui em Portugal.
Nós que aqui vimos só temos a agradecer por partilhares esta preciosidade. Obrigada e vou já "roubar" a receita.
Obrigada mais uma vez

Uma pitada de sal, duas de carinho disse...

Que delícia de bolinho=) Perfeito para a mesa de Natal!! beijinhos

"Manjares da Manu" disse...

QUE BOLO MARAVILHOSO!!!
VOU LEVAR A RECEITA!!!

BJS...UM ÓTIMO DOMINGO E UMA EXCELENTE SEMANA!!!

são33 disse...

Aqui já cheira a natal .
Adorei o bolo pois além de lindo tem frutos que eu adoro.
Bom domingo
bjs

Josy disse...

Que lindo esse bolo Marlyca, essas receitas de familia que são guardadas a 7 chaves, são tão guardadas que até esquecemos onde colocamos né? Ganhei um livro super grosso da Dona Benta, tem umas receitas bem bacanas tbém. Adorei e logo vou experimentar algumas. Gostei muito desse bolo, com certeza é delicioso. Bjos miga um lindo domingo

Prata da casa disse...

Olá Marly: adorei o bolo,realmente mais leve para o verão.O que costumo fazer é o "pesadão",uma vez que estamos no inverno.
Lembro-me tão bem das revistas "Capricho" que líamos nos anos 60 ( rsrs).Foi muito engraçado rever aqui uma delas.
Bj
Márcia

marijose disse...

Estupendo ese bizcocho Marly, me quedo la receta, un beso

A arte em ser mulher disse...

Oi Marly querida que bolo divino já anotei a receita para o Natal.
Muito obrigado pelo recado carinhoso no meu blog.
Abraços e excelente semana.
Camila Marinho.

Cuca disse...

Que bolo lindo!! O bolo de Natal que costumo fazer por aqui é "pesado", mas acho que vou experimentar o seu bolo, que me parece perfeito :)

Beijos*

Joana disse...

Tem muito bom aspecto, que belo bolinho natalício :D

Beijinhos e uma óptima semana :D

Laura Lucia disse...

Marly,
Que maravilha ver a receita do Bolo de Natal da Royal e estas fotos de uma revista mui antiga e, mais ainda, imaginar as pessoas da sua família, de diversas gerações, olhando e fazendo a receita -- plenas de carinho -- para festejar um alegre natal junto aos seus familiares!
Acho belo isto tudo. Gosto destas histórias e do valor sentimental agregado a uma boa receita.

Apreciei muito o fato de o bolo ser fofo e úmido. Os bolos de natal nem sempre são assim. Copiei já a receita e vou fazê-la no futuro, com muito amor; adicionando o amor sonhado das cozinheiras que antes o fizeram. Grata demais pela receita tão preciosa de sua família e por publicar as fotos da revista para a gente sentir a nostalgia de outros bons natais.
Beijo enorme e meu carinho para você, Laura Lucia

Renata Boechat disse...

Hey Darling!

Você deveria trabalhar no Arquivo Nacional...rsss...que linda a revistinha, tão bem conservada, que legal...eu não consigo guardar nada assim por tanto tempo...
Pelo que eu vejo você ainda vai passar ela pra alguém, tomara que as filhas gostem também da cozinha, né?
Um bolo delicioso, cheio de história e boas lembranças, maravilhosamente adaptado pela sua astúcia, Bravíssima!

Abraço grande, melhoras rápidas!

luci disse...

Que bolo lindo e deve ser muito saboroso
boa semana
beijos

Liliane de Paula disse...

Já está usando o avental? E a bolsinha para celular?
Esse bolo deve ser gostoso com café, também.

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Menina que relíquia essa receita. Amei esse bolo, tu sabe que nunca faço bolo, isso é uma falha, mas aqui só eu como, acho um pecado fazer e dar para os cachorros, pelo menos eles apreciam. Vou fazer essa receita para manhã de natal, minha irmã sempre vem cá pra casa passar as festas.
Hum, Voltou com pique total, que bom, assim teremos sugestões e dicas maravilhosa para o natal.
Bjos e fique com Deus.

arte da sadhia disse...

adorei marly qureida ;;aqui tenho muita cois da mamãe também eu eu sou otra que guarda tudo também kkkk
amei saber mais de vc amiga e se cuide virose é fogo mesmo amiga
amei o bolo bjokas doces

Coisas de Tássia disse...

marly, vc sempre com receitas inspiradoras!

Bjos

Ana Claudia disse...

Que bolo lindo... gostei muito.
espero que melhore logo.
Beijinhos, boa semana
Aninha

Adriana Balreira disse...

Eu amo esse tipo de bolo, com muita frutas secas dentro. Vou fazer e te falo como ficou o bolo!
Beijos
Adriana

rosiarts disse...

Marly querida, foi bom vc aparecer por aqui e eu pude conhecer seu cantinho lindo.
E estou seguindo vc também.
Bjus. Rose.

Tânia disse...

Não tem nada mais gostoso que a receita de um bolo com quase meio século!
Com certeza um bolo especial para um dia especial.
Melhoras rápidas, querida amiga!
Beijinhos

Yolanda disse...

Querida Marly, amo essas receitas de cadernos guardados com carinho. Bjs e Felicidades sempre!!!

Jussara Neves Rezende disse...

Hummm... essas receitas antigas são as melhores! Claro que já copiei a receita. Ando meio adoentada, mas se estiver bem, vou fazê-lo. Que lindo que ficou o seu!

Iára Luiza disse...

Oi Marly

Fiz o bolo em forminhas individuais (cupcakes) e ficou maravilhoso... Só um lembrete: na receita que vc transcreveu, ficaram faltando os 4 ovos nos ingredientes... Beijos e obrigada pela receita...

Lola Sciwinzki disse...

Oie.

Adorei essa receita, vou fazer como sobremesa para o réveillon.

Bjks.

Pin It button on image hover