Google+ Followers

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Risoto de Açafrão (Risotto Allo Zafferano)


 
Olá, para todos! Graças a Deus a coisa por aqui finalmente normalizou. Mas demorou, verdade seja dita. Bem, chegamos ao último quadrimestre do ano, época que eu gosto muito. Em breve vai começar a primavera, que será seguida pelas festas que acontecem no fim do ano. Só de pensar nisso ganhei um novo ânimo, por isso resolvi celebrar a vida com um risoto, rsrs.   Escolhi o risoto de açafrão porque tinha um potinho de açafrão em minha despensa. Quando falo em açafrão, refiro-me ao açafrão verdadeiro, que é este da imagem abaixo. Os filamentinhos que se amontoam na foto, são pistilos de uma flor chamada Crocus Sativus. Esta especiaria é tida como a mais cara entre todas as especiarias. Ela é bem diferente do cúrcuma, aquele tempero amarelo, que é também conhecido por 'açafrão da terra'. O risoto de açafrão, aqui no Brasil e em muitas outras partes do mundo, é chamado também de risoto milanês ou risoto à milanesa. Mas eu já vi um cozinheiro de Milão dizer que o risoto milanês é ligeiramente diferente, fica aí o registro, rsrs. Eu tenho o hábito de colocar o açafrão num pouquinho do caldo, antes de começar o preparo do risoto. Acho que isso ajuda a liberar a cor e o sabor do açafrão, mas muita gente acrescenta os pistilos secos ao arroz, assim que começa a adicionar o líquido. Basta um pouquinho (uma pitada) do açafrão para que o prato fique perfeito.






Risoto de Açafrão

Ingredientes


2 xícara de arroz arbóreo

2 colheres de sopa de manteiga
1, 2 litros de caldo de legumes (é melhor com o caldo caseiro)
1/2 cebola picada
1/2 xícara de vinho branco seco
1/2 colher de chá de açafrão em pistilos

1 colher (chá) de sal ou a gosto
parmesão ralado na hora a gosto



Preparo



Mantenha o caldo em fogo bem baixinho. Retire ½ de xícara do caldo ponha o açafrão nele, para que vá liberando a cor e o sabor. Aqueça a manteiga, numa panela de fundo grosso. Acrescente a cebola e deixe que frite até amaciar (uns três minutos). Junte o arroz e o vinho. Mexa, de vez em quando até que o vinho evapore. Acrescente o sal, o caldo reservado com o açafrao, e mais um pouco do caldo. Vá mexendo e acrescentando o restante do caldo, aos poucos, até que o arroz tenha absorvido quase todo o caldo e esteja macio e úmido. Mas não deixe cozinhar demais, o interior do grão do arroz tem de ficar 'al dente'.  Desligue o fogo, junte o queijo parmesão e sirva o risoto imediatamente.





20 comentários:

Pedrita disse...

ficou lindo. parece uma delícia. beijos, pedrita

✿ chica disse...

Muito boa essa receita e o gostinho do açafrão é muito bom! bjs, chica

Ana Paula disse...

Nossa que cara boa!!!

Bjos!

A Paixão da Isa disse...

esta com um aspecto mt bom humm bjs

Liliane de Paula disse...

Trouxe de viagem 2 cxs desse açafrão.
Já usei.
Amo Risotos. De qualquer coisa.

Heloísa disse...

Marly,
Está muito apetitoso.
De vez em quando, faço um desses.
Beijos.

Andréa disse...

Marly,
o seu risoto ficou super atraente, imagino o sabor.
Açafrão em pó já é bom, imagino esse verdadeiro, rsrs.

Bjs, fique com Deus ♥

Marta disse...

Eu amo Risoto e esse me parece super saboroso!!!
Beijos

Adriana Balreira disse...

Hummmmm....Agora me deu vontade de comer esse seu risoto. Acho que nunca comi nada com esse açafrão verdadeiro.
Beijos
Adriana

coisinhasdage disse...

Amo risoto, em especial pela consistência "Comida de Mãe". E esse é apetitoso,Uma sexta - feira abençoada! bjs

IVANEIDE disse...

Que lindo. Vou aproveitar uns pistilos que trouxe do Egito.

Luma Rosa disse...

Oi, Marly!
Vivendo e aprendendo... eu estava fazendo tudo errado e colocava o açafrão junto com o arroz e depois o vinho.
Descobri que estou com fome! :)
Beijus,

tatiane disse...

Que cor linda ficou seu risotto, nunca experimentei, sou meio muquirana, rs.

Gostei de saber que você também gosta do Dostoiévski! Li O Idiota há um tempo atrás, adorei, e na contra-capa da edição que tenho falava que a personagem era uma mescla de Jesus Cristo e Dom Quixote, na época só conhecia os Evangelhos, e fui ler Dom Quixote, os dois volumes, aí pensei em voltar ao Idiota, até agora não reli. Também gostei dos Irmãos Karamázov, achei mais arrastada a leitura, mas no final não conseguia largar o livro. Ah, também li Memórias do Subsolo, não consegui terminar, foi literalmente claustrofóbico para mim, rs.

beijos e bom final de semana

São Ribeiro disse...

Desse açafrão nunca usei mas imagino que tenha um sabor mais intenso.
Adorei o risotto ficou com certeza uma delicia
bjs

Patricia Merella disse...

Que delicia,amo risoto,linda semana querida,beijinhos

Josy disse...

Olá minha querida Marlyca, depois de uma mini férias passadas ao lado da minha filhota estou de volta e já com saudades dela hehehe. Andei vendo o que perdi por aqui, aquele bolo de peras inteiras achei super interessante e lindo, fora que adoro peras. E esse risoto com açafrão legitimo(não conhecia e gostei muito da foto) não tenho duvidas que ficou delicioso. Esta cremosinho do jeito que gosto. Beijinhos uma boa semana miga

Xana Bértolo disse...

Eu adoro mesmo risotto!!! Está com uma textura fantástica esse seu :)
beijinhos

http://ratatuidospobres.com/

Artes da Mel disse...

Olá Marly! Vc escolheu uma otima receita para celebrar a vida!!! Adoro risotos e este parece delicioso!!!
Bjs
Mel

Eli disse...

Morri - está lindo!

Regina Melo-Jocknevich disse...

Acho que vou começar a fazer suas receitas e colocar no meu blog, rsrs. Você tem tantas receitas diferentes e que devem ser boas demais.

ps.: não se preocupe quando fizer é claro que darei a fonte inspiradora :)

Pin It button on image hover