Google+ Followers

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

O Bolo do Dia dos Pais e Filme Festim Diabólico







Olá! Fiz ontem este bolinho para homenagear o pai de minhas filhas, o meu marido, rsrs. Eu tenho uma assadeira que ainda não havia usado, em forma de bola. Então usei uma das partes da esfera para assar este bolo, que foi recoberto com bolinhas de chocolate. O bolo resultou pequeno, mas com rendimento equivalente a umas seis fatias, ideal para presentear uma pessoa. A receita dele é esta (a favorita do povo daqui de casa, rsrs), mas este teve duas inovações: a substituição do brigadeiro do recheio por leite condensado cremoso, e a aplicação das bolinhas de chocolate sobre o ganache.






**************************************************************



Festim Diabólico 

(Rope, no original: filme de Alfred Hitchcock, lançado em 1948, com James Stewart, John Dall e Farley Granger )


 
 

Recentemente voltei a assistir a este filme, que havia visto muitos anos atrás. Ele conta a estória do assassinato cometido por dois jovens estudantes, que inspirados pelas idéias de Nietzsche, sobre a superioridade de certos homens, enforcam um colega pelo simples desejo de confirmar as tais idéias, e também de experimentar a regalia de matar, que “é um crime para a maioria, mas privilégio de poucos”.









 
Os dois jovens (gays e amantes, Brandon e Phillip) atraem o colega (que matam) para o sofisticado apartamento de Brandon, e escondem o corpo num baú postado bem no meio da sala de estar. Dali a pouco eles receberão os convidados para a festa que darão, por isso Brandon – mentor intelectual do crime - sugere que usem o baú como o buffet da festa, pois assim, “ninguém haverá de querer abri-lo”. Então eles transferem a comida e as tralhas de mesa para o baú, onde esfria o morto. 

Não me estenderei mais, para não estragar, por completo a surpresa de quem porventura venha a ver o filme. Mas o dito até aqui já mostra o horrível desprezo dos dois pelos direitos sagrados dos seres humanos, seu perverso senso de estética, e a leviana profanação dos costumes sociais, ligados à morte.  Só mesmo um doido, para executar uma idéia absurda dessa, né não? Pois é muito possível que um dos jovens fosse um psicopata.
Este filme foi inspirado numa peça de teatro, que por sua vez inspirou-se num crime cometido por dois jovens gays, brilhantes estudantes universitários, filhos de famílias ricas de Chicago, que em 1924 mataram um jovem conhecido deles, por inspiração dos ensinamentos de Nietzsche, sobre a superioridade dos Super Homens. 





15 comentários:

Andréa disse...

Marly minha querida,
Você sempre nos surpreende com seus bolos lindos e irresistíveis!
Eu ainda não assisti esse filme, valeu por mais uma dica!

Excelente semana junto a sua família!
Bjs ♥

Pedrita disse...

que bolo lindo. eu amei festim diabólico. beijos, pedrita

Pedrita disse...

que bolo lindo. eu amei festim diabólico. beijos, pedrita

PINTA ROXA disse...

Que bonito o bolo e a foto está lindissima. parabens. E o filme não conheço...

✿ chica disse...

Puxa, que lindo bolo esse e deu vontade! Saboroso e convidativo!Adorei tua ideia! bs,chica

Andrea Bitencourt disse...

Olá Marly!!!
Esse bolo ficou estupendo!!! Impossível não sair daqui hoje com água na boca!
Adoro os filmes do Hitchcock, mas este ainda não assisti! Ótima dica!
Beijos!! =)
www.deliciasdavodeo.com.br

ONG ALERTA disse...

Delicia bj Lisette.

Heloísa disse...

Marly, a que sempre está se superando. Que bolo maravilhosos!
E que vontade de dar um nhác.
Bjs.

Renata disse...

Oi Marly,
Meu primeiro comentario sumiu, desculpe se for em duplicata. Queria dizer que seu bolo ficou lindo e super diferente! Não só pela forma mas pelo suculento recheio e a decoração que "fisga" qualquer um. Amei a idéia!
Bjsss

marijose disse...

Ummmm, bonito y delicioso¡¡¡ besos

Prata da casa disse...

Olá Marly: mais um lindo bolo que vejo por aqui. Gostei da forma de bola que resulta muito bem aquando da decoração. O recheio parece ótimo ( penso que já tínhamos falado sobre ele no FB), bem cremoso e consistente.
O filme deve ser espetacular. Penso que não o vi, o que é uma pena.
Bjn
Márcia

sandra neiva disse...

Olá Marly,

que máximo de bolo.
Ficou lindo, adoro o formato e depois quando se corta a fatia bem um interior misterioso e bem guloso que bom.
Nunca ouvi falar o filme mas vou deixar aponte pois parece ter uma boa história.

beijinhos

Rosa Paula I Le Paquet disse...

Nossa, eu amei o formato desse bolo! Achei super original com as bolinhas! Tudo lindo, bem Marly ;)
Quanto ao filme, não conheço mas é interessante ver até onde vai a loucura dos homens...
Tenha uma ótima semana!

Liliane de Paula disse...

Agora vi o bolo cortado.
Não lembro se vi esse filme.
Mas se tiver oportunidade, vejo. Ou revejo.

Liliane de Paula disse...

Agora vi o bolo cortado.
Não lembro se vi esse filme.
Mas se tiver oportunidade, vejo. Ou revejo.

Pin It button on image hover