Google+ Followers

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Panquecas de Carne Moída, Filme e Nostalgia

                                                     (imagem do filme Never on Sunday)

Olá! Ontem, no momento em que subi na esteira para fazer a minha horinha de exercício, começou a passar na TV (deixada ligada por marido) o filme Nunca aos Domingos (Never on Sunday). Eu sempre desejei assistir a este filme, pois me lembro da impressão que ele causou em minhas tias, quando elas o viram em mil novecentos e ‘antigamente’, rsrs. Então o vi, achei meio bobinho (os muitos fãs desta obra vão me matar depois desta, rsrs) e ainda assim ele me deixou mais feliz e um tanto nostálgica. Trata-se da estória de uma prostituta que conhece um turista/filósofo norte americano, que tenta tirá-la da “má vida”. Há muitas menções à cultura grega e um elogio à amoralidade e à tolerância. Considerando a época em que foi lançado, é um filme de vanguarda, e deve mesmo ter escandalizado as pessoas mais conservadoras. A mim, porém, pareceu meio ultrapassado, rsrs. Mas ele tem uma linda música e Melina Mercouri se mostra tão cativante, que eu considerei a experiência muito válida.  E então não pude deixar de pensar na tal magia do cinema, que não deve ser outra coisa senão este poder de nos sensibilizar, nos transportar para um universo paralelo, do qual saímos mais plenos. Ou mais felizes, como foi o caso.

E, por falar em encanto do cinema, eis aí Elizabeth Taylor, no auge da glória

 
(Liz Taylor, by Frank Worth/imagem da Internet) 


E hoje eu fiz panquecas (ou crepes, como queiram) de carne moída, com a melhor massa que eu conheço, que é esta, da receita abaixo:





Panquecas (ou Crepes) de Carne Moída
(esta massa serve para panquecas doces e salgadas e faz 4 panquecas;
eu sempre faço a receita dobrada)


 Ingredientes 


1 xícara (chá) de leite

1 xícara (chá) de farinha de trigo

1 colher (sobremesa) bem cheia de manteiga derretida e fria

2 ovos

Pitada de Sal



Preparo


Numa tigela, junte os ovos, o leite, a manteiga e o sal. Misture tudo muito bem com um garfo ou um fouet. Junte a farinha, aos poucos, misturando-a bem aos líquidos. Unte muito levemente uma frigideira com óleo vegetal, aqueça-a bem, no fogo, e verta ½ xícara de chá mal cheia da massa na frigideira. Gire a frigideira para espalhar a massa. Deixe que a panqueca cozinhe até soltar as bordas (demora pouco mais de um minuto). Vire a panqueca para que cozinhe o outro lado. Vá pondo as panquecas cozidas num prato e depois de todas cozidas, recheie cada uma com carne moída refogada. Enrole as panquecas e ponha-as, enfileiradas num refratário que possa ir ao forno. Despeje umas três xícaras de molho sobre as panquecas (usei molho de tomate caseiro), espalhe uma boa porção de queijo ralado sobre as panquecas (coloquei ¾ de xícara de queijo mozzarela ralado) e leve o refratário ao forno para que o queijo derreta.




32 comentários:

Patricia Merella disse...

Querida Marly
Fiquei aqui babando com esta panqueca.Minha mãe faz muito bem,n vejo a hora dela chegar e me mimar com estas delicias.Fiquei muito feliz com o Paty,pois já a considero como uma amiga.Linda noite querida,bjkas

Joana (Palavras que enchem a barriga) disse...

Vou guardar a receita, ficou com um aspecto fantástico :D

Beijinhos e bom resto de fim-de-semana! :D

Prata da casa disse...

Querida Marly: os filmes de mil novecentos e "antigamente" (adorei esta,rsrs)vistos hoje, são meio "naif",mas alguns,até se vêem bem. Este não conhecia.
As suas panquecas estão lindas e assim ,no forno com o molho de tomate,devem ficar deliciosas.
Bjn
Márcia

luci disse...

Olha adoro panquecas e as suas estão divinas, parabéns, beijos Luci

Lidi Horácio disse...

q panquecas suculentas..
adoreiii ♥

Bjs :*
Bom Find ")

Geninha disse...

Oi Marly, fiquei com vontade de assistir o filme para ver os diálogos - uma prostituta e um filósofo? Hummm, apesar das suas impressões, o filme muito interessou. :)

Beijos!

Larissa Banister disse...

Marly, aqui na Inglaterra nao se faz panquecas assim, meu marido comeu a primeira vez uma dessas no Brasil e amou, desde entao tenho que fazer em casa para ele rs rs Linda receita. Beijos

Sol Pâtisserie disse...

Bom dia minha linda, sou louca por panquecas, to levando uma pra mim rsrs, as suas estão com um aspecto bem saboroso.
Obrigada pelo carinho de sempre lá no meu cantinho.
Um ótimo domingo.
Bjs

Lili disse...

amo, panquecas, mãe! vou pegar sua receita!!!

D Augusto disse...

Olá Marly.
Os filmes que assistimos a milianos nunca causam o mesmo efeito hoje em dia né? Acho que é pq nossa cabeça e expectativas são outras hoje.
Adorei as panquecas. Ainda estou na busca da minha receita perfeita. Vou provar a sua qualquer dia.
Beijos

A Paixão da Isa disse...

hum elas ficarao uiui gostei mt bjs e tudo de bom bd

Luma Rosa disse...

A minha receita de panqueca é quase igual a sua. Além dos ingredientes que coloca, também coloco uma colherinha de chá de fermento em pó. A massa fica aerada e fofinha :)
O filme não assisti ainda e vi um trecho no youtube em que a moça coloca um disco na vitrola, pega uma foto de jogadores de futebol e começa a cantar. Imagino que essa seja a música tema que premiou Manos Hadjidakis. Achei também no youtube, o filme completo - vou assistir mais tarde. Gosto de assistir a filmes antigos, mas o faço com uma certa tolerância, já que tudo mudou de lá para cá.
Bom domingo!! Beijus,

Solange Honorato disse...

Marly, esta receita, com certeza, irá pro meu caderninho. Menina, acabei de almoçar, mas olhando estas panquecas... acho que teria um lugarzinho no meu estômago pra elas... rsrsss
Gosto muito de filmes antigos e momentos nostalgia!Bjs!

Cela disse...

Que coincidência, hoje almocei panquecas de carne moída também! Hahahahahaah

E eu amo cinema, tô ansiosa pelo Oscar hoje. :)

Isa Lourenço disse...

Tenho uma receita parecida com essa e que já postei!!
Adorei esta também!!!

Bjocas

Renata Boechat disse...

Ah, nunca vi esse filme, sou relapsa com relação aos bons filmes antigos...fico só vendo as coisas do Oscar, e acabo perdendo muita coisa boa, eu sei!

Panquecas de carne moída também são nostálgicas...ah, são sim!

Laura Lucia disse...

Marly,
Somos, inegavelmente, filhos na nossa época e da nossa cultura. Jamais entenderemos os preconceitos de gerações anteriores à nossa como característicos daquele tempo e difíceis de serem rompidos.Compreendo perfeitamente este seu "tolinho" pra um filme de um tempo que você (e eu!) não vivemos. Bom, mas é assim...

Quanto às panquecas, aprecio muito. E não é todo mundo que sabe fazer uma massa leve. A sua receita é basicamente a que eu uso, então posso garantir que é primeira.
Beijinhos, Laura Lucia


Josy disse...

Marlyca querida, adoro filmes assim, antigos, épicos, e se for musical já me conquista. Esse ainda não conhecia, e pelo pouco que vc disse, embora água com açúcar deve ter sido bom né. A Elisabeth Taylor era lindissima não? E continuou linda até o final. Suas panquecas ficaram lindas, suculentas e bem apetitosas. Hoje fiz panquecas de abóbora com recheio de creme de milho com ricota que peguei no Rainhas do Lar, meu pessoal amou. Beijinhos miga, ótima semana

ONG ALERTA disse...

Panquecas uma delícia, beijo Lisette.

Patricia Merella disse...

Querida Marly
Passo para desejar-lhe um otimo inicio de semana,ei de fazer estas panquecas,beijinhos

Luciana Souza disse...

Oi Marly
É minha primeira vez por aqui e já estou te seguindo. Seu blog é muito legal, além de trazer uma receita simples e gostosa, ainda nos traz informação. Adorei! Gosto de cozinhar, mas outro dia percebi que não sabia fazer panqueca, já peguei uma receita de panqueca doce em outro blog, agora tenho a sua receita de panqueca salgada.
Bjos. Fique com Deus!
http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

Adriana Balreira disse...

Marly,
Assistir a filmes antigos a gente tem que olha-los com o mesmo olhar da época se não a gente acaba mesmo se decepcionando. E nunca assisti a esse filme, vou procuar.
Eu AMO panquecas! E salgadas assim com um molhinho...hummmm...ADORO!!!
Beijos
Adriana

luci disse...

Que delícia de panqueca
boa semana
beijos

Milia disse...

Hola Marly, tienes razón con respecto al cine, nos transporta a un universo paralelo y muy enriquecedor. No conozco esta película, pero me encanta Melina Mercouri, era una excelente atriz.
Y me encantan las panquecas, solas acompañadas, dulces o saladas, las tuyas tienen un aspecto elicioso.
Un beso y buena semana

Liliane de Paula disse...

Marly, vc sempre prefere fazer a massa que usar a pronta?
Vc tem empregada para limpar a cozinha depois?
Lembro do sucesso que a música desse filme, fez por aqui.

Liliane de Paula disse...

Marly, vc sempre prefere fazer a massa que usar a pronta?
Vc tem empregada para limpar a cozinha depois?
Lembro do sucesso que a música desse filme, fez por aqui.

PINTA ROXA disse...

Só no mês passado fiz panquecas doces assim, salgadas nunca fiz e muito menos sabia que se podiam fazer assim.
Já fui roubar a receita claro...
obrigada pela partilha
Pinta

Santa Gastronomia disse...

Não sei do filme pois não assisti, mas essas panquecas! Não preciso nem comer para saber que estão deliciosas! Muito sábia você fazer a receita em dobro, hehe..!

Bjinhus..

Renata disse...

Querida Marly, enfim estou voltando à blogosfera depois de tanto tempo (mas que pareceu ter sido ontem!). Já estava com saudades! Panquecas são queridíssimas aqui no meu cardápio de receitas favoritas, e fiquei com vontade de dar uma garfada na telinha rsrsrs
Legal esse seu novo estilo, mesclando a boa culinária à cinema e cultura!
Dei um olhada no que andei perdendo nesse tempo afastada e vi que vc fez a torta de escarola, que legal! Ficou maravilosa e fiquei super feliz que tenha gostado. Eu já perdi as contas de quantas vezes repeti aquela receita rsrs
Os biscoitinhos de nata em formato de coelhinho estão as coisas mais fofas! Tenho um bocado de nata no meu freezer, que ia virar manteiga, mas depois de ver os biscoitinhos acho que ja sei qual será o destino delas!
grande beijo!!

LA CASA DE LALAINA disse...

Marly unas panquecas suculentas.
Un abrazo.

margaret disse...

marly esta panqueca vou fazer, deve ficar uma delícia , realmente com certeza fica mais gostosa que a massa pronta , depois te falo o resultado , também estou querendo fazer os pãezinhos de salsicha , vou fazer espero pelo menos ficar parecido com os seus kkkkkkk e gostosos,porque aqueles estavam uma maravilha , beijos .

Kati Monteiro disse...

Marly,
esta panqueca me lembra a que a minha mãe faz, com recheio de carne moída, igualzinha! Fica uma delícia mesmo.
Beijo