Google+ Followers

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Canjica e um Bordado Tosco




Olá! Eis que encontro finalmente uma brechinha maior de tempo e corro para vir atualizar as postagens do blog, rsrs. Aos que me enviaram perguntas ou alguma mensagem peço um pouquinho de paciência, já já vou atender a todos, rsrs. Bem, canjica é um doce para se comer em qualquer época, mas está tão vinculada às festas juninas que ninguém pode imaginar uma festa desta sem ela, não é verdade? rsrs. E não é para menos, pois junta o sabor do milho (de canjica) com o das especiarias + leite + leite de coco, e opcionalmente: amendoim, coco ralado, enfim, estamos falando de um doce muito saboroso. De uns tempos para cá eu tenho simplificado as comidas que faço, para o nosso consumo. Então, quando possível, tenho dispensado exagerada diversidade de ingrediente nos pratos que comemos. É por isso que a receita abaixo é simples. Mas você pode acrescentar, se desejar, os ingredientes extras que menciono.




Mesmo com a receita simples a canjica criou uma natinha, na superfície, nos poucos minutos em que me preparei para fotografar as tigelinhas(veja na foto do alto),  rsrs.


Canjica (Mungunzá, no Nordeste)
(20 porções)

Ingredientes

500 g de milho para canjica (branco ou amarelo, tanto faz)
1,2 litros de água (mais ou menos)
1 litro de leite
Pitada de sal
1 vidrinho (200ml) de leite de coco (ponho só 100 ml)
¾ de xícara de açúcar (ou a gosto)
1 colher de sobremesa de manteiga
3 paus de canela médios
6 cravinhos da  índia

Opcionais:

 Amendoim torrado e moído –  1/2 de xícara (a gosto) ou
Coco ralado 1/2 xícara (a gosto)
Leite condensado  - 1 lata

 Preparo

Na véspera, lave bem a canjica e deixe-a de molho na água. No dia seguinte,e leve a canjica ao fogo, em panela de pressão (média ou grande) , com água que cubra e ultrapasse  a canjica uns dois dedos. Assim que a panela começar a chiar, abaixe o fogo e deixe que o milho cozinhe por 40 minutos. Abra a panela e verifique se o milho está bem macio, caso esteja, junte os demais ingredientes e deixe que o milho cozinhe por mais 20/30 minutos em fogo baixo, com a panela destampada e mexendo, de vez em quando (se ao abrir a panela, verificar que o milho ainda não está no ponto, acrescente um pouco de água, mexa bem e leve a panela de volta ao fogo, tampada, por  pelo menos mais 10 minutos). Quanto mais cozinha, mais o milho solta amido e a canjica fica mais cremosa. Caso queira substituir o açúcar por leite condensado, faça isso. Se for usar o amendoim, dispense o coco ralado.

...................................................................................................................................


A estória do bordado tosco começou quando ganhei um livro vintage sobre lavores e trabalhos manuais, no ano passado. Assim que vi os gráficos dos bordados desejei tentar bordar também. Mas o tempo passou e a oportunidade não apareceu, e então Lili me presenteou com o quadrinho abaixo, que ela comprou Gostei muito do quadrinho e da mensagem, e o fato de o bordado ter sido feito de forma tão despojada, me animou a finalmente botar a mão na massa, ops, na agulha, ontem à tarde, rsrs. É claro que não tendo jamais bordado antes, e estando aprendendo sozinha, o resultado só poderia ser mesmo tosco, rsrs. Sequer consegui passar direito o desenho para o pano, coisa que achei difícil, quando feita com carbono, como foi o caso, rsrs. O desenho apanhei neste blog, que disponibilizou a impressão gratuita. A dona do blog também bordou o mesmo desenho, o que permite a qualquer um comparar os conceitos de "excelência" e "tosqueira", comparando os nossos dois bordados. Mas a gente deve começar de algum ponto, né? E eu só publico isto aqui porque tenho esperança de um dia evoluir nesta arte, o que me permitirá depois medir o meu progresso, rsrs.



E o meu:







36 comentários:

São Ribeiro disse...

Nunca comi canjica mas gostei muito do aspecto.
Quanto ao bordado não achei assim tão mau.
Eu já bordei e adora mas agora com tendinites nem tento.
BJ

Minha vida de campo disse...

Que delicia deve ser essa canjica,minha fazia no inverno pra nós, mas era salgada com carne e toucinho, dava sustância para o frio.
Gostei dessa doce,
menina que belíssimo esse bordado, me contagiou vou fazer uns pra minha filha.
Bjos e tenha uma semana maravilhosa.

Zizi Santos disse...

Que canjica apetitosa!
eu amo
mas a minha fica meio encruada. Cozinho bastante, mas nada. Já me disseram que é pra colocar o leite quente quando for apurar.
Sei lá. Se coloco na geladeira então, fica durinha.
mas eu faço mesmo assim. comer de imediato é melhor.
Quem sabe você me da uma dica de fazer uma bem macia.
bj
zizi

Nice e Ana, temperado com carinho... disse...

Que delícia amiga, o bordado tá uma graça, bjs e uma semana linda p/ vc, Ana ;).

Liliane de Paula disse...

Aqui chamo Munguzá.
E não gosto de muita coisa dentro.
Coloco canela, cravo da índia e só.

Josy disse...

Adoro canjica Marlyca (rimou hehe) e gosto assim recém saida do fogo, bem quentinha, com esse friozinho nossa que delicia! E como vc disse ela é deliciosa o ano inteiro. Achei lindo seu bordado, minha mãe bordava, tricotava muito bem. Eu? um caso à parte que hoje me arrependo. Acho lindos esses trabalhos manuais e admiro quem o faz tão bem. Beijinhos, ótima semana

✿ chica disse...

Não sou fã de canjica,mas a tua está tri apetitosa! E gostei do teu bordado. Levas jeito! beijos,linda semana,chica

Lu disse...

gostei mto da receit.
eu adoro canjica, mas nunca me interessei em fazer, acredita?
Boa oportunidade pra testar né?
heheh
beijos
boracozinhar-lu.blogspot.com

Leonor Cerveira disse...

Olá..
Que aspecto fantástico :)...
Beijocas...
Leonor

http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

Flávia Mergulhão disse...

Ah! Não tem nada de tosco...tá lindo o bordado!
Canjica? Eu amo de paixão!Só fico danada da vida se eu mordo um cravo!kkkkk
Beijos

By Neymes disse...

OLÁ MARLY,SE ISSO FOR TOSCO,DESCOBRI QUE EU AMAR BORDADOS TOSCO,RSRS.BOA SEMANA.BEIJO.VALÉRIA.

Jussara Silva disse...

Oi Marly! A primeira receita que postei ainda no primeiro blog foi de canjica. Bordado não é o meu forte mas faço alguma coisa. Rsrs.
Tem um sorteio no meu blog de culinária.
Boa semana, bjs.

Jussara
http://caminhandonaarteculinaria.blogspot.com.br/2013/06/pe-de-moleque-de-salao.html

Carol disse...

Eu prefiro canjicada sem canela, cravo e manteiga, mas com bastante amendoim torrado e moído.Vivo mudando as receitas originais kkk. Agora deu até vontade.
Tenha uma ótima semana.
Beijos

Carina Mendonça disse...

Que lindo Marly! trabalhos manuais exigem muita paciência mesmo.. e o seu não ficou nem um pouco a desejar! Está lindo! E adorei a sugestão da canjica! adoooroo.. ! minha irmã tomou muita canjica durante o período de amamentação e Eu aproveitei hahaha é uma delícia! bjinhos*
I Love Cupcakes

Pri disse...

Quando li o título, pensei nos mil nomes que existem pra canjica no Brasil! :)

Pena que não tenho o milho branco aqui pra fazer. Ver essas receitas de junho me fazem bater uma saudade enorme.
E o bordado tá lindo, não sei se onde você viu defeito. Eu nem chego perto disso. Tá lindo, sim.
Beijinhos! :*

Renata disse...

Marly, você tá ficando muito exigente! Quando lia sobre sua aventura "tosca" (como vc diz), antes de rolar a tela para ver o seu bordado, estava esperando algo realmente tosco, mas não fiquei surpresa a encontrar um lindo bordado que de "tosco" não tem nada! Ficou muito lindo e nada diferente do original. Você tem talento, amiga!
Quanto à canjica, bem, eu adoro, mas nunca gosto da que eu faço, engraçado, né? Com esse friozinho é tudo de bom!
bjsss

Adriana Balreira disse...

Marly,
Não vi nada de tosco nos seus bordados. Eu não consigo bordar nenhuma letra, as minhas letras ficam horrorosas! rsrs...
E Mungunzá (é como chamamos aqui no Ceará) eu amo! Faço sempre aqui em casa. Mas não colocamos amendoim não. Só leite de coco.
Beijos
Adriana

Patricia Merella disse...

Querida Marly
Assim voçe me mata,rs
Mucunzá? Ai meu Deus,que saudade
que tenho da minha Bahia...
Eu faço como voçe mas coloco o leite condensado e n usa a manteiga.
Marly,estou de cá salivando quanse comendo a tela,as fotos ficaram otimas e o bordado muito fofo.
Eu amo mas o fofo cá de casa n gosta,gosta de arroz doce e eu n gosto,quando fazemos,tanto o arroz doce como o mucunzá,dividimos com os vizinhos,rs...linda noite,beijinhos

A Paixão da Isa disse...

tb nunca comi mas esta ela da vontade de comer adorei os bordados mt bonitos bravo bjs

Cantinho da Zazá disse...

Oi Marly!

Eu adooooooooro canjica, e com bastante caldinho (e amendoim!)

Valeu pela receita!

Tô com uma sopinha lá no meu fogão...quer experimentar?

Ah! Os bordados ficaram ótimos!

Bjs,

Zazá

Receber e Celebrar disse...

Hummmm... Que delícia de canjica!! E as fotos ficaram de dar água na boca!! Beijos, Mel

Heloísa disse...

Marly,
Adoro canjica, e não sei o motivo pelo qual só lembro dela nessa época. Talvez por causa do friozinho, pois gosto da canjica bem quente.
Quanto ao bordado, já vi que você vai gostar muito da atividade.
Beijo.

Ciane disse...

Como nordestina, o mingunzá é uma das especiarias de Junho que amo! Moro na Alemanha e ja Appendix a buscar o milho branco e fazer!
Delícia!
Adorei o Blog!
Beijos Ciane
www.bysavannahk.blogst.com

Léia disse...

Oi Marly, adoro canjica, com leite de coco, sem leite de coco, com amendoim, pura de qualquer forma fica deliciosa.Parabéns pelo carinho nos bordados.Beijos querida.

Léia disse...

Oi Marly, adoro canjica, com leite de coco, sem leite de coco, com amendoim, pura de qualquer forma fica deliciosa.Parabéns pelo carinho nos bordados.Beijos querida.

luci disse...

Que delícia de canjica e que lindo bordado
beijos

Lili disse...

gostei, mãe! achei q o seu ficou até mais sofisticado do que o que eu te dei...

mas confesso que me encantou a singeleza do quadrinho, um dos motivos para a minha compra, além da mensagem que achei a sua cara. =)

você pode fazer um pra me dar, que tal?

Lili disse...

Com relação a sua comparação com o bordado no qual você se baseou, acho q o negócio é que a sua linha foi mais grossa

Laura Lucia disse...

Marly,
Lembrei-me de minha mãe quado vi sua canjica. Ela adorava, e sempre era feita lá em casa com o leite de coco. Bom lembrar dela e ver sua canjica!

Em relação ao seu bordado, pra mim está perfeito. E o de que gostei muito foi da mensagem. Linda, linda! Parabéns!

Copiei ontem seu Bolo de Milho de Lata, de Liquidificador, pois achei que deve ficar supergostoso. Obrigada pela receita.

Beijinhos e muita luz no seu fim de semana, Laura Lucia

Zizi Santos disse...

Passei pra desejar uma linda sexta feira
Bj
Zizi

Marisa Vlasic disse...

Oi minha querida amiga Marly, desculpe o sumiço, mas tenho andado as voltas com alguns probleminhas de saúde, que espero, em breve sejam descobertos e tratados. Mas vamos falar de coisas boas, como essa sua deliciosa canjica…hummm...adoro e concordo com você, festa junina sem canjica, definitivamente não é a a mesma coisa. E o seu bordado não ficou nada tosco, ficou muito bom amiga, difícil acreditar que foi sua primeira vez, adorei!

Beijocas e um fim de semana maravilhoso!!

Vanessa Takeushi disse...

oi flor...
é a primeira vez que visito o teu blog...
amei...
beijão...
boa semana
e já estou te seguindo

Jussara Neves Rezende disse...

Ownn... tô aqui fazendo biquinhos de amor para os bordados - tanto para o do quadrinho que sua filha comprou quanto para o seu.. rs. Fofos! E seu bordado nada tem de tosco e por ser o primeiro está mais que perfeito!
Menina, que vontade de uma conjica! Pensei em fazer hoje, mas minha filha inventou um cachorro quente para a hora do jogo, então achei que era muita "informação" para um momento só... rs. Mas vou colocar de molho e fazer amanhã. Fugirei um pouquinho só da minha dieta, mas preciso desse gosto!
Abraço!

Executiva de Panela disse...

Que delicia esse potinho com canjica. É verdade Marly, canjica é um doce para se comer em qualquer época. Quanto ao bordado... Faço tapeçaria e é a prática que nos leva a um ponto firme e uniforme. Vá em frente que talento você tem! Beijos, Paula

Priscila Rosa Lima Schulz disse...

Ai que delícia! Estava a procura e uma receita de canjica pra fazer nesse friozinho... já copiei!
:D
Hehehe
Abraços

Luma Rosa disse...

Oi, Marly!
Gostei dos bordados!
A dúvida agora é, quando colocamos a canjica para cozinhar, usa a água do molho ou usa outra?
Beijus,

Pin It button on image hover