Google+ Followers

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Risotto de Funghi Secchi (e uma mesa) - Para o Dia dos Namorados



Olá, gente! O post anterior gerou duas réplicas de leitores que recebem a postagem do blog por e-mail. Um desses leitores - uma mulher - argumentou que um relacionamento não pode se basear só em tribulações, que o casal deve buscar sempre o retorno à leveza e alegrias da vida. Ela disse também, que os casais inteligentes devem procurar manter a magia do primeiro amor. 
Bem, eu concordo plenamente com tudo isso, acho que a gente deve esforçar-se por manter a alegria e a leveza na relação e também a magia, as expectativas e, se possível, a inocência do primeiro amor. 
Mas tenho que dizer que eu não neguei isso, em meu post. O que eu quis dizer (e creio que muitos o entenderam) é que as relações são permeadas por alegrias, tribulações e tristezas, e a gente tem de lidar com tudo. As tribulações e o tédio, aliás, são a causa principal das separações e da descrença das pessoas nos relacionamentos mais longos. Se fosse possível, a gente eliminaria essas coisas da relação, não é verdade? rsrs. Mas não existe esta possibilidade e, na verdade, eu acho que o mundo seria pior sem as tribulações, pois são elas que nos fazem amadurecer. 
Era da necessidade de a gente estar preparada para reconstruir o amor todos os dias, que eu estava falando. As tribulações e o tédio existem em todas as relações, mesmo naquelas em que as duas pessoas do casal são generosas, uma com a outra. Mas, o fato, é que começamos os nossos os relacionamentos quando ainda estamos despreparados para ele. Viver é um processo de amadurecimento, que é o mesmo que dizer que é ir ampliando a compreensão e fortalecendo o caráter. A gente vai aprendendo, esta é a verdade. 
Nesse processo, a gente vai entendendo que o amor é algo mais complexo e mais profundo. Chegar a esta compreensão não é nem um pouco fácil; sobretudo se você achar que o amor "perfeito" deve ser encontrado.
A outra réplica era a de um leitor gay, que disse não ter se visto representado no post. Ah, isso talvez tenha mesmo acontecido, especialmente no que diz respeito às fotos publicadas, sorry, rsrs. Porém, o que é dito no post é universal, vale para todos.

************************************


É tradição aqui no blog apresentar sugestões de pratos para a celebração do dia dos namorados. Desta vez eu trouxe este risoto de cogumelos secos. 
O risoto é um prato fácil de fazer, pode ficar muito saboroso - se bem feito - e também é pura "comfort food", coisas que combinam muito com o dia dos namorados. Eu costumo fazer a receita de um chefe italiano, mas desta vez, adaptei a receita, ainda mais simples, que veio impressa no pacotinho de cogumelos, que é esta, abaixo:

Risoto de funghi Porcini secchi
(adaptada da receita impressa no pacotinho de funghi secchi)

serve 4 porções

Ingredientes

2 xícaras de arroz (Arbório, Carnaroli ou Vialone Nano)
1 cebola média picada
1 dente de alho picado
1 e 1/2 litros de caldo de legumes
25 gramas de funghi secchi porcini (cogumelos Porcini secos) reidratados
2 colheres de sopa de manteiga sem sal
200 ml de vinho branco seco
100 gramas de queijo parmesão ralado na hora

Preparo

Ponha os cogumelos secos numa tigela com 1 e 1/2 xícaras de água fervente, para reidratá-los (eles devem ficar na água por, pelo menos, 20 minutos). Enquanto isso, faça o caldo de legumes com 1 e 1/2 litros de água, temperando-o a gosto. Depois dos 20 minutos, escorra os cogumelos e reserve a água em que eles estavam. Pique os cogumelos em pedaços e ponha-os de lado. Refogue a cebola e o alho na manteiga, até que fiquem transparentes, Junte o arroz e misture tudo muito bem. Acrescente o vinho e mexa a mistura -  em fogo baixo - até que o vinho evapore. Junte os cogumelos e um pouco do caldo de legumes, mexendo sempre. Vá acrescentando o caldo e a água em que os cogumelos reidrataramaos poucos e, mexendo constantemente. Faça isso até que o arroz esteja cozido "al dente". Desligue o fogo e mantenha a panela tampada por 5 minutos. Sirva o risoto com um pouco de queijo parmesão ralado na hora. 

Nota: eu reservo um pouco do caldo para adicionar aos risoto no instante em que  vou servi-lo, pois gosto dele bem úmido.



*****************************************************


A Mesa e outras imagens "românticas"



                            O amor é azul? -  ( Love is blue - Paul Mauriat)




    a velha guirlanda rústica, que eu mesma fiz e pendurei na porta de um dos armários



             a forminha de cobre e fitas com adornos em forma de coração, para (caixas de presente)
                  
      
      a latinha, o marcador de páginas e o suspiro de menta (suspiro de menta?)
    sim, andei fazendo suspiros de menta, para aproveitar umas claras, rsrs. Fiz       os suspiros com a receita de sempre. Mas substituí o sumo de limão por             essência de menta (e acrescentei também corante alimentar verde)





17 comentários:

Josy disse...

Marlyca adoro risottos e esse seu está tão suculento e decerto muito saboroso. A mesa com detalhes em branco está um encanto, assim como seus trabalhos e a guirlanda. Beijinhos querida amiga, ótimo feriado

Heloísa disse...

Que post lindo e gostoso, Marly.
Risoto é um prato muito bom e as ilustrações, das mesas e enfeites, estão lindas.
Beijos.

Andrea Bitencourt disse...

Olá Marly!!!
Concordo com você, a vida é uma eterna montanha-russa de emoções, mas o que vale mesmo é curtir o percurso!!!
Esse risotto está um luxo só!
Beijos e ótimo feriado pra ti! =)

Pedrita disse...

adoro funghi e adorei as rosas. beijos, pedrita

Pedrita disse...

quanto aos relacionamentos. acho que hj todos querem ficar felizes o tempo todo. não querem problemas. e a vida é de altos e baixos. e se no nosso lado terão tristezas, no do companheiro tb. já vi muita má vontade de um dos parceiros com as dores da família do outro. e não perceber q na sua tb terá momentos difíceis e q é bom compartilhar afeto, colo, nessas horas. beijos, pedrita

heloisa de mesquita inoue disse...

Muito obrigada pela visita! Seus posts para o dia dos namorados estão lindos! Tenha um bom resto de semana! Beijos!

Magia da Inês disse...

ჱه° ·.
Post agradável, receita maravilhosa!!!

Ótimo restinho de semana
cheio de saúde e harmonia!

⋰˚هჱ
╱/ Beijinhos.

Milia disse...

El risotto me gusta con cualquier ingrediente Marly, las setas también, así que para mi una mezcla perfecta.
La mesa es una preciosidad, al igual que los demás detalles, una vez más tu buen gusto queda patente.
Un beso grande amiga mía

Carina Mendonça disse...

hmmm que delícia! esse prato tem tudo a ver com o dia dos namorados! perfeito!

Andréa disse...

Marly,
o amor verdadeiro vence as tribulações.
Todos os casais passam por tribulações, mas com amor e fé tudo se resolve.
O melhor é aproveitar os bons momentos, as datas que nos faz aproximar ainda
mais do nosso amor e não deixar morrer o romantismo.
Adorei o teu risoto, a mesa e todos os detalhes!
Arrasou, parabéns!

Bjs ♥

Danni e Lype disse...

Querida Marly,
Tudo bom? Espero que sim.
Estive ausente e estava morrendo de saudades desse cantinho LINDO e DELICIOSO!!!
Nossa!!! Com sempre ARRASOU!!! Tanto no prato quanto no arranjo... Parabéns!!!
Grande beijo, Irene

Prata da casa disse...

Olá Marly: começo pela mesa, tão bem decorada , tal como já nos habituaste. A guirlanda ( cá é grinalda)também está muito bonita e romântica. Engraçado que o dia dos namorados,por aqui, celebra-se no dia 14 de Fevereiro.
Gostei muito deste risotto, bem cremoso e de aspeto saboroso, ideal para um jantar a dois.
Bjn
Márcia

Arione Torres disse...

Oi Marly querida, que receita deliciosa!
Tenha uma ótima semana, beijos e fique com Deus!!

Edna Sa disse...

Olá Marly,
Fiquei muito feliz com sua visita, e obrigada pelo comentario, quando tiver um tempinho aproveita e me segue ficarei muito alegre...
Amei seu blog, que tudo tao lindo, delicioso e otimo post para refletir...
Uma semana abençoada p ti...
beijos da Edna...

http://diamantenegroraro.blogspot.com.br/

Sadhia Hage disse...

como sempre tudo perfeito minha querida Marly,adorei a receita bjokas doces

Poções de Arte disse...

Olá Marly!
Concordo com vc - o verdadeiro amor é construído dia-a-dia. Infelizmente, nos dias de hoje, tudo é imediato e egoísta. A maioria das pessoas acham que o amor é um receber infindável e o menor sinal de contrariedade é motivo para descartar o "amor". E não é só o amor entre casais não... Vemos isso com animais, com filhos, pais, amigos... o amor amplo, o amor verdadeiro deve ser trabalhado todos os dias dentro de cada um de nós para que possamos compartilhá-lo.
Adorei as sugestões da mesa posta e da guirlanda - lindas!
Abração e boa semana.

As Mulheres 4estacoes disse...

Bom conhecer seu espaço, é muito agradável.
Que possamos reconstruir o amor sempre, com sabedoria e paciência. Ótima receita.

Pin It button on image hover