terça-feira, 2 de julho de 2019

Sharlotka - Bolo russo de maçãs e o livro Persuasão, de Jane Austen





Estou passando por uma fase em que os bolos e as iguarias simples e com menos gordura me apetecem mais do que as mais 'ricas'. E foi este o motivo que me levou à receita deste bolo, originalmente um pão de ló feito sem nenhuma gordura. 

No entanto, ainda que na origem este bolo não leve gordura (e nem canela, a bem da verdade) já surgiram outras versões dele em que este ingrediente e outros, como o creme azedo, se fazem presentes (você pode acrescentar outros ingredientes ao seu bolo, como eu costumo fazer, rsrs). As duas características principais deste bolo são a fofura e o fato de ele ser "light".

Sharlotka - Bolo russo de maçãs

Ingredientes

1 e 1/3 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de açúcar comum (granulado)
6 ovos grandes (à temperatura ambiente)
3 maçãs descascadas, sem sementes e fatiadas bem finas (Já usei maçãs tipo Fuji e também maçãs verdes - Granny Smith - e laminei as minhas na mandolina)
1 colher de sopa de manteiga derretida e fria
10 gotas de essência de baunilha
1 colher de chá de sumo de limão fresco (usando maçãs ácidas pode dispensar o limão, embora ele, para além de destacar o sabor das maçãs vermelhas, também sirva para evitar o escurecimento - oxidação - das fatias das frutas)
1/4 de colher de chá de fermento em pó para bolo
1/4 de colher de chá de sal
1 colher de sopa de açúcar refinado (para polvilhar sobre o bolo depois de assado e frio (se for fazer o bolo com canela, use as medidas de açúcar e canela abaixo)

Para o bolo com canela - misture numa tigelinha (isto é para as maçãs do recheio e também para espalhar no topo do bolo, depois de assado)

2 colheres de sopa de açúcar refinado  
2 colheres de chá (ou a gosto) de canela moída

Preparo

Unte uma forma redonda, para bolo, de 24 cm de diâmetro. Forre o fundo da forma com um disco de papel manteiga e unte também o papel. Polvilhe uma colher de sopa de farinha de trigo na forma untada, agitando a forma para que a farinha se espalhe. Vire a forma de cabeça para baixo para descartar o excesso de farinha. 
Ponha os ovos, o sal a essência e o açúcar na tigela da batedeira e deixe que batam, em alta velocidade, por 10 minutos. Enquanto isso, descasque, tire as sementes e corte as maçãs em fatias bem fininhas. Se for usar o sumo do limão, espalhe-o sobre as fatias de maças, misturando tudo com uma colher. Se for fazer a versão com canela, espalhe uma colher de sopa da mistura de açúcar refinado e canela sobre as fatias de maçãs e misture tudo (reserve o restante da mistura de açúcar e canela para polvilhar sobre o o bolo assado e frio). Numa tigela separada, peneire a farinha e o fermento e reserve-os.  Desligue a batedeira e  - aos poucos - adicione a farinha com o fermento à mistura de ovos. Faça isso delicadamente - sem bater a mistura - para que os ovos batidos não percam o ar acumulado.  Espalhe 1/3 de massa na forma preparada e - sobre ela - distribua 1/3 das fatias de maçãs. Espalhe mais 1/3 da massa e distribua sobre ela mais 1/3 das fatias de maçãs. Espalhe o último 1/3 da massa e distribua sobre ela o restante das fatias de maçãs. Leve a forma ao forno (a 170º C) e deixe que o bolo asse por cerca de 1 hora ou até que passe no teste do palito. 
Espere o bolo esfriar e polvilhe sobre ele o restante da mistura de açúcar refinado com canela (ou espalhe somente o açúcar, se for fazer a versão sem canela).



Livro - Persuasão de Jane Austen

(atenção: texto com revelações sobre o enredo do livro abaixo)



Nos últimos tempos tenho priorizado a leitura de livros voltados para assuntos como sociologia, filosofia e política. Mas acho salutar intercalar um livro mais "leve" e agradável, entre os que abordem temas como os mencionados. Jane Austen é sempre uma boa opção para esse tipo de leitura. E foi por isso que lancei mão deste 'Persuasão'.  

O livro aborda a história de Anne Elliot, filha do barão, Sir Walter Elliot, homem vaidoso e meio tolo que, no entanto, como sempre acontece, é muito considerado, em razão da sua alta posição social. Justamente por conta dessa posição, a moça fora persuadida a desmanchar o noivado que firmara com um jovem oficial da marinha, sete anos antes.
Lady Russel tinha sido a melhor amiga da falecida mãe da moça, e após a prematura morte desta, tomou para si a tarefa de orientar e encaminhar a jovem (e suas duas irmãs). E Lady Russel achara que havia um descompasso social entre a Anne e o capitão Frederick Wentworth, com quem ela noivara. 
Somente Lady Russel e Elizabeth, a irmã mais velha de Anne, chegaram a tomar conhecimento do noivado entre os jovens, de modo que o rompimento entre eles foi discreto e praticamente imperceptível para a sociedade.  
Porém, com as reviravoltas da vida, Anne reencontra Frederick Wentworth e ambos percebem que não deveriam ter se separado. 

O texto acima pode bem resumir o enredo desta novela romântica, no entanto, são outras as razões que tornam obrigatória - em minha opinião -  a leitura dos livros de Jane Austen. E entre os vários motivos que eu sempre encontro para lê-la estão, para além do fato de ela escrever bem: a rebeldia, a lucidez, um certo feminismo e a ética elevada da escritora. E os muitos detalhes das obras, que nos revelam as práticas sociais, os costumes e os preconceitos da época.   


17 comentários:

Pedrita disse...

parece uma delícia, gosto muito desses bolos menos rebuscados. raros de achar hj em dia. e que lindas as fotos. o jogo de chá verde. tb gostei q nao leva canela. até gosto de canela. mas nem sempre q usamos maçã em iguarias a canela é obrigatória. jane austen é sempre muito filosófica. a condição das mulheres, seus aprisionamentos. eu vi um filme sobre essa obra https://mataharie007.blogspot.com/2011/11/persuasao.html

Cristina Barbas disse...

Oi, Marly!

Um gostoso bolo e uma agradável leitura... Combinação perfeita!

Abraços, Cris

coisinhasdage disse...

Hum, seu bolo está com a cara ótima,com um chazinho quente , uma boa leitura e esse friozinho, uma combinação perfeita. Parabéns!

Unknown disse...

Olá Marly,
Acompanho seu blog há algum tempo e me encantam as suas receitas. Primeiramente sao super bem explicadas, em um português impecável. Depois, a apresentacao, sempre elegante e de muito bom gosto. Em seguida noto os detalhes da decoracao - a delicadeza e harmonia imperam.
Também gosto dos comentários sobre suas leituras, aprecio pessoas que leem.
Enfim, meus parabéns!

A Paixão da Isa disse...

Gosto mt de tudo que leva maça deve ser mesmo mt bom ja comia uma fatia hummmmm bjs

Prata da casa disse...

Olá Marly: este bolo de maçã é diferente dos que se costumam fazer, mais "ricos" e pesados. Este parece bem leve e agradável, perfeito para um lanche. Receita anotada, amiga.
Quanto ao livro parece bem interessante. De Jane Austen conheço o famosíssimo " Orgulho e preconceito", mas os "clássicos" são sempre uma delícia de se (re)ler, não é?
Bjn
Márcia

Marly disse...

Unknown.

Obrigada pela visita e comentário gentil!

E às demais que comentaram: Obrigada também!

Um abraço a todas!

São Ribeiro disse...

Adoro bolos com maça e este agrada bastante.
Dá para notar que ficou muito fofo.

Dalva Rodrigues disse...

Oi Marly! Que levíssimo bolo, achei diferente, até na quantidade de fermento, já vou salvar.

Do jeito que o "clima" está pesado, nada como um romance para amenizar o peso.

Amanhã farei as bolachinhas de farinha de polenta, depois te conto!
Abraço!

Cristina Barbas disse...

Oi, Marly!

Passando para lhe desejar um ótimo domingo!

Abraços, Cris

Denise disse...

Nossa, que bolo lindoooooo! Sou apaixonada por bolo de maçã, pois sempre fica muito bom!
Realmente, quanto mais leve, melhor!
Bjs, querida e ótima semana!
http://dedeartes-denise.blogspot.com

Heloísa Sérvulo da Cunha disse...

Marly,
Que bolo delicado!
Já estou imaginando como deve ir bem com um xícara de chá, nessas tardes frias.
Vou experimentá-lo.
E o livro, que ainda não li, vai para a minha listinha.
Beijos.

Pedrita disse...

quanto ao filme felicidade da agnes varda tive a mesma sensação q vc. um homem ter mais mulheres é milenar. e ele era muito egoísta. as duas esperavam ele ter tempo pra elas, enquanto a esposa costurava, cuidava das duas crianças e mal tinha tempo pra ela mesma. depois ele arrumou outra q assumiu as mesmas obrigações pra ele continuar a se divertir. achei q ia terminar ele arrumando outra amante.

Isa Sá disse...

Tão bom aspeto....já comia.




Isabel Sá
Brilhos da Moda

Chris Ferreira disse...

OIMarly, gostei muito desa receita de bolo russo. Eu não conhecia. Vou experimentar fazer aqui em casa.
Muito obrigada pela dica.
beijos
Chris
Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook

Ana Rodrigues disse...

Excelente aspeto, o do bolo! Ainda não li esse livro. :) Uma excelente semana!

CRIKA disse...

Que lindo!!! AMO bolo de maçã e essa receita está maravilhosa !!! Bjks

Pin It button on image hover