Google+ Followers

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Maminha na Panela de Pressão (à minha moda). E o Tikun.




Olá, minha gente! Como eu já disse outras vezes, neste blog, se dependesse exclusivamente de mim, e por várias razões, a minha família toda já seria vegetariana. Mas o fato é que a turma daqui sequer cogita nessa possibilidade, então eu tenho que cozinhar carne para eles todos os dias. Preferi preparar esta maminha na panela de pressão, para que ela resultasse especialmente suculenta e macia.

 Maminha na Pressão (à minha moda)

Ingredientes
 
1 peça de maminha (+ ou - 1,5 kg)
1 colher de sobremesa de sal, ou a gosto
2 dentes de alho
1/2 colher (chá) de folhas de tomilho fresco
1 pedaço pequeno de pimenta de cheiro (opcional)
1 folha grande de manjericão
1 folha de louro
2 colheres (sopa) de óleo vegetal (canola, milho, soja, etc.)
1/2 colher (chá) de açúcar
2 colheres (chá) de colorau (para quem não sabe, é urucum em pó; serve para colorir o molho e pode ser substituído por um pouco de molho de tomate ou tomate pelado, bem picado)
1 sachê de caldo de carne (caldo em pó; eu uso Sazón)
300 ml de água
1 e 1/2 colheres (sopa) de molho inglês (do tipo Worcestershire)
4 cebolas pequenas
1 colher (sobremesa) de farinha de trigo (se necessário)

Preparo


 Na véspera (de preferência), soque o alho com o sal, o tomilho, a pimenta e o manjericão, num pilão (almofariz). Faça furos bem pequenos no lado de baixo da carne e esfregue bem a mistura de temperos na peça inteira (os furos são para que os temperos penetrem na carne). Ponha a maminha num saco plástico e leve-a ao refrigerador, para que descanse até o dia seguinte. No momento de preparar a carne, aqueça o óleo, numa panela de pressão grande. Junte o açúcar e quando este começar a dourar, ponha a carne na panela e frite-a de todos os lados, até que fique bem corada. Acrescente a água, o caldo de carne, o molho inglês, o louro e o colorau. Tampe a panela e deixe que a carne cozinhe por 35-40 minutos, abaixando o fogo depois de uns 10 minutos de cozimento.Terminado o tempo, tire o ar da panela, prove o molho e corrija o sal, se for preciso. Espete a carne, se ela estiver macia, como deverá estar, junte as cebolas descascadas e cortadas ao meio. E deixe que estas cozinhem ligeiramente (mais ou menos 2 minutos). Se molho não estiver devidamente encorpado, dilua a farinha de trigo, num pouco de água e acrescente-a ao molho, mexendo para que não empelote. Sirva a carne com as cebolas.

Nota: se preferir, cozinhe a carne já cortada em bifes, como os da foto. Neste caso eles estarão cozidos em 20, minutos, mais ou menos. Se a carne "fizer" água demais, deixe que ela cozinhe um pouco para que a água diminua, ou descarte uma parte dela.



*********************************************************

O Tikun

Tikun Olam  é uma expressão hebraica que significa 'reparar o mundo'. A Cabala, que é uma derivação esotérica do judaísmo, toma este termo como sinônimo de karma. Porém, este conceito não significa apenas karma, mas engloba também aquelas dificuldades que nós temos, e que são a causa de muitos dos nossos problemas. Nossos impulsos para ações más, nossa tendência a reagir aos acontecimentos de forma impensada e potencialmente destrutiva, o incômodo e a irritação que algumas pessoas provocam em nós, nossos medos de enfrentar certas coisas, enfim, todos os transtornos que se repetem periodicamente em nossas vidas, e que exatamente por serem repetitivos já sinalizam que o problema a ser corrigido se encontra em nós, têm a ver com o Tikun. O Tikun é ao mesmo tempo a dificuldade/dívida e a obrigação de corrigi-la ou pagá-la. Corrigindo o nosso Tikun melhoramos o mundo, pelo menos no que diz respeito à nossa presença nele.

Tenho vários livros sobre Cabala. Mas formulei o conceito acima através da leitura deste.



terça-feira, 28 de junho de 2016

Waffles com fermento de Pão e Mesas Postas e outras coisinhas...


Olá, minha gente! Passei um bom tempo sem vir aqui, hein? Mas é que estive realmente muito ocupada, nesses últimos dias, daí que a certa altura resolvi aproveitar as férias de minha filha mais nova para me dar umas férias também, rsrs.


Anteontem eu resolvi fazer os waffles que levam fermento de pão, do Mark Bittman, cuja receita foi publicada neste livrão da foto. Eu gosto de testar receitas novas de waffles e já fazia um tempo que tencionava testar esta. O interessante dela é que a massa fica levedando durante a noite, e este é o motivo de a receita ser chamada de 'Overnight waffles". 



Overnight Waffles  
(de Mark Bittman)

rendeu 12 waffles

Ingredientes

1/2 colher de chá de fermento seco para pães
2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de sopa de açúcar (a receita indica só uma, mas eu preferi acrescentar mais 1 e não me arrependi)

1/2 colher de chá de sal
2 xícaras de leite (é melhor que não esteja gelado)
8 colheres de sopa de manteiga derretida e fria
½ colher de chá de extrato de baunilha
2 ovos


Óleo de canola ou outro para untar as chapas da máquina de fazer waffles

Instruções


1. Antes de ir para a cama, misture os ingredientes secos (farinha + açúcar + sal + fermento), em uma tigela média (a massa cresce um pouco). Em seguida, misture o leite, a manteiga e o extrato de baunilha. Cubra a tigela com filme plástico e deixe a massa repousar durante a noite, à temperatura ambiente.

2. Na manhã seguinte, unte com óleo as chapas da máquina de preparar waffles (acho melhor fazer isso com um pincel de cozinha). Ligue a máquina para que aqueça bem. Separe os ovos e misture as gemas na massa. Bata as claras até que apresentem picos moles. Misture-as gentilmente à massa.


3. Espalhe um pouco da massa sobre a chapa quente da máquina de fazer waffles. Espalhe-a bem, para que toda a extensão da chapa fique igualmente coberta de massa.

3.Feche a máquina e deixe que a massa asse por uns 5 minutos (isso vai depender da temperatura da máquina, pode ser que demore mais)

4. Sirva os waffles assim que estiverem assados.

Nota: eu já publiquei outras receitas de waffles aqui no blog, inclusive uma de waffles de chocolate. Se você que me lê tiver interesse em vê-las é só digitar 'waffles', na caixa de pesquisa aí na barra lateral.


  


***************************************************************** 

Mesas e outras imagens



O meu marido me presenteou com uns bonitos vasos de flores, como este foto. Isso me deu a ideia de empregá-los como centro de mesa, a fim de os fotografar e assim 'eternizar' a imagem da beleza deles, rsrs.


Acho que mostrar belezas é a minha forma de lidar com as coisas chatas que nos cercam, no momento, rsrs.


um dos elementos da mesa: copos

outros elementos: os talheres, guardanapo, anel de guardanapo e sousplat

**************


Todavia, como eu havia  prometido também - no Facebook - mostrar algumas coisas daqui de casa, faço isso agora, através das imagens abaixo:
 
visão de frente do bufê da sala de jantar


E cantinhos da cozinha


Estou querendo disfarçar o quadro de luz sob a prateleira. Pensei em por umas plaquinhas aí


Mas o mais legal daqui de casa são as bizarrices, como os bonecos e brinquedos do meu marido, rsrs.


estes bonequinhos da banda Kiss, por exemplo, têm molas no pescoço. Isso faz com que as cabeças deles se agitem loucamente ao menor contato que a gente tem com eles, rsrs. 

(aviso: Por favor, não alimente os zumbis) 


quando o meu marido entrou em casa com esta placa e, sem me dizer nada, já foi providenciando o suporte para ela na parede do quarto de TV, eu disse: "Quer dizer então que eu não terei mais que cozinhar pra vocês?" rsrs (piadinha infame, né? rsrs).  Claro que ele gostou da placa apenas por ser fã de filmes e seriado com zumbis.

********

É, isso, agora que as 'férias' acabaram devo voltar aqui com mais frequência, até já!





Pin It button on image hover