Google+ Followers

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Pão de Hambúrguer (receita para MFP, ou não)



Olá, gente, contei pra Liliane, recentemente, que ganhei uma MFP em outubro do ano passado e só vim a estreá-la poucos dias atrás. É que, para início de conversa, eu nem sequer me decidia quanto a se queria ou não ter uma máquina de fazer pão. Eu gosto de fazer pão à moda antiga, na mão, rsrs. Mas evitava fazê-los em dias frios, e este detalhe fazia com que desejasse ter uma MFP. O meu marido, vendo a minha indecisão, resolveu comprar-me uma máquina usada, para que eu a experimentasse, rsrs. Fiz isso, há cerca de uma semana, e não parei mais, rsrs.



Já fiz pão trançado, focaccia, pão de maçã, pão simples e estes pãezinhos.

Adaptei ligeiramente esta receita, que era de pãezinhos comuns, para que resultasse em pães iguais aos de hambúrguer, com uma casquinha mais firme e o interior bem macio. 



Pão de Hambúrguer


Ingredientes



4 de xícaras de farinha de trigo (você pode substituir 1 xícara da farinha comum pela integral)
1 xícara de leite levemente morno
1/4 xícara de manteiga  (caprichada)  
1/4 de xícara de açúcar
2 ovos médios, levemente batidos
1 colher  (chá) de sal
2 1/4 colher (chá) de fermento seco

1 gema misturada com um pouquinho de água para pincelar nos pães

2 colheres (sopa) de gergelim branco para salpicar nos pães




Preparo



Ponha o leite, o sal, a manteiga, o açúcar e ovos na cuba da MFP. Ponha a farinha por cima e, sobre a farinha, espalhe o fermento. Feche a máquina. Ligue-a e escolha o ciclo ‘amassar’.  Quando o tempo completar-se, desligue a máquina, passe a massa para uma superfície plana, levemente enfarinhada, e corte-a em 16 pedaços iguais (ou menos de 16, se você quiser pães de hambúrguer do tamanho clássico, eu os fiz menores).  Distribua as bolas de massa numa assadeira grande, untada e enfarinhada, ou coberta com papel manteiga. Pincele a gema sobre os pães e salpique o gergelim sobre eles. Ponha a assadeira no forno desligado e deixe que os pães cresçam por 20 minutos. Ligue o forno e deixe que os pães assem por 25/35 minutos (ou até que dourem). 

Nota: Quem quiser fazer estes pães na mão, basta seguir os passos para a confecção de pães. Veja aqui como é.




domingo, 13 de julho de 2014

Cupcakes com chocolate Branco e Chantilly (Massa feita no liquidificador) e Conversa

  

Olá, gente! Eu precisava fazer um doce gostoso e de preparo relativamente rápido, para levar para uma das minhas irmãs, que eu ia visitar. Então acabei decidindo-me por uma massa meio feita no liquidificador, recheada com chocolate branco e coberta com chantilly. Os bolinhos agradaram muito, pois a massa fica fofa e saborosa e o recheio e cobertura são do tipo que sempre agradam. Esta massa poder ser usada também para fazer bolos grandes, naturalmente. Ela é uma versão levemente modificada de outra massa de liquidificador que publiquei aqui em 2009 (massa branca).
 
Cupcakes com chocolate Branco e Chantilly

Bolo Básico de Liquidificador nº 2

Ingredientes
 

2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1/2 xícara (chá) de amido de milho (Maizena)
1 e 1/4 xícara (chá) de açúcar
3 ovos médios
1/2 xícara (chá) de manteiga
3/4 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) rasa de fermento em pó

1/4 de colher (chá) de extrato de baunilha
 

Preparo

Ponha no liquidificador: Os ovos, o leite e o a manteiga e o açúcar e o extrato e bata rapidamente. Enquanto isso, peneira a farinha juntamente com o amido e o fermento. Misture o batido com a farinha. Distribua a massa em 18 forminhas médias de muffins, revestidas com forminhas de papel e leve-as ao forno médio por uns 20 minutos ou até que os bolinhos passem no teste do palito.


Recheio



Ingredientes

120 gramas de chocolate branco ralado
1/4 de xícara chá de leite
1 colher (sopa) de creme de leite
1 colher (sopa) de manteiga

Preparo

Ponha os ingredientes numa tigela, que possa ser aquecida, e leve-a ao banho-maria. Mexa de vez em quando até que derretam e se transformem num creme homogêneo. Espere amornar e recheie os bolinhos

Chantilly

Receita aqui.




 vejam que furei os bolinhos com um descaroçador de maçãs. Na foto aparecem alguns ainda com a massa dentro da cavidade, mas depois eu a removi; Preenchi o furinho com o creme de chocolate branco.



*********************************************************************

Conversa


 (imagem encontrada na Internet, de autoria desconhecida)

O motivo desta conversa é o meu eterno desejo de trazer outros assuntos para este blog. Desde o início eu quis abordar outros temas, falar dos meus outros interesses ou de coisas que eu vi, li, vivi etc., rsrs. E um dos assuntos que tem me interessado muito, nas últimas décadas é filosofia, especialmente a parte relativa à sabedoria prática, prontamente aplicável à vida.
Eu acho que a vida, longe de ser uma coisa sem sentido, decorrente de um acaso, é uma grande oportunidade de aperfeiçoamento de nossos espíritos, e enriquecimento de nossas almas. Sócrates, o filósofo, acreditava que o propósito do homem na vida era buscar sabedoria. Eu acho que é buscar sabedoria e aprender a amar de forma mais perfeita. Acho que estas duas coisas estão ligadas à compreensão da virtude, ou seja, do que é bom, do que é mau e também do direito do próximo, da ética e coisas tais.
Eu fiquei pensando nisso tudo, depois de uma conversa que tive ontem, com uma das minhas irmãs. Ela havia dito que um conhecido nosso meio que tornou-se um religioso fanático, do tipo que fala muito em Deus e nos favores divinos. Mas a minha irmã complementou: "Ele ainda está muito longe de compreender a essência de Deus, pois continua fazendo coisas potencialmente prejudiciais a outras pessoas". 
Mas tanto a minha irmã como eu sabemos que a atual incompreensão do nosso conhecido não significa que ele não vá chegar um dia à compreensão; é bem possível que chegue sim. Mas pode ser que não, pois o mundo é cheio de gente que tira pouco proveito da oportunidade de aprender algo mais profundo ou abstrato, durante a vida.

 Não faz muitos anos eu li uma entrevista deliciosa, com um dos astros cinquentões de Hollywood. Nela ele contou alguns fatos pitorescos da infância dele. E disse também que já adulto, foi um dia  visitar um tio querido, que estava à morte. Então ele sentou-se ao lado da cama do moribundo e ficou um tempo pensando no que dizer. Mas aí o doente o fitou e disse: "Que desperdício!"  Ele entendeu imediatamente que o homem referia-se à própria vida. E desde então tem procurado não cometer o mesmo erro, rsrs.

Todavia, eu acho que quem definiu melhor o desperdício da vida foi a inglesa Mary Cholmondeley na frase abaixo (atribuída erroneamente, Internet afora, ao poeta Carlos Drummond de Andrade):

 "A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-nos do sofrimento, perdemos também a felicidade"




quarta-feira, 9 de julho de 2014

Panna Cotta de Chocolate e As medidas Pouco Comuns da Culinária




Olá, gente! Finalmente pude vir remover as teias de aranha que já estavam aparecendo nos cantinhos da página. Como sempre, cozinhei muito, nos dias em que estive ausente, mas fazer posts sobre os pratos feitos que é bom... não foi possível, rsrs. Panna Cotta é uma expressão italiana que significa 'creme cozido' e é uma sobremesa é fácil de fazer.  Aqui no blog já apareceu a panna cotta de Nuttela e a receita dela é praticamente igual a esta, rsrs.  



 
Panna Cotta de Chocolate 


Ingredientes


1xícara (chá) de chocolate meio amargo raspado ou ralado
2 xícaras (chá) de creme de leite
1 colher (sopa) de gelatina em pó
1 Pitada de sal
2 tads de extrato de baunilha (é igual a 1/2 colher de chá, veja as informações na segunda parte do post)
1 xícara de leite 



Preparo

 

Ponha 1/4 de xícara do leite numa tigelinha, que possa ser levada ao micro ondas, e aqueça-o ligeiramente (tem que ficar morninho e não quente). Polvilhe a gelatina sobre este leite morno e mexa tudo muito bem, para que a gelatina fique hidratada. Ponha a tigelinha de lado. Numa panela pequena, misture o restante do leite, o creme de leite e a essência e leve a panela ao fogão, em fogo baixo, para que a mistura ferva. Apague o fogo, junte o chocolate e misture tudo muito bem. Junte a gelatina e volte a misturar tudo.  Divida o creme entre seis tigelinhas e leve-as à geladeira por umas 2/3 horas (até que o creme fique firme). 



***********************************************************************************************


As Medidas Pouco Comuns

Todos nós conseguimos reproduzir bem uma receita que tenha ingredientes em pitadas, não é verdade? rsrs. Mas a pitada, convenhamos, é uma medida muito inexata, pois cada pessoa pode entendê-la de um modo e a sua pitada, caro (a) leitor (a), pode ser maior ou menor que a minha, rsrs. Então, para fixar as medidas pequenas, como pitadas, pouquinho, etc. os fabricantes de colheres de medidas, em algumas partes do mundo, já incluem no jogo, as colherinhas que comportam essas pequenas medidas. Mas, como nós ainda não fabricamos essas colherinhas, as informações que passo a seguir são apenas para informar às pessoas que têm curiosidade (por ver essas medidas em receitas estrangeiras), quanto mede cada uma.




Drop = 1/64 de colher de chá
Smidgen = 1/32 de colher de chá
Pinch = 1/16 de colher de chá
Dash = 1/8 de colher de chá
Tad = 1/4 de colher de chá





É isso aí, até a próxima!



sábado, 28 de junho de 2014

Bombom no Copinho e Alguma coisa sobre banhos



Oi, gente! Postei uma receita ligeiramente simplificada desta sobremesa aqui, em 2008. Chamei-a de  de Trifle de Morangos porque, aqui em casa, desde sempre, combinávamos brigadeiro com morangos e chocolate. Esta era, aliás, a forma como nos referíamos a ela: brigadeiro com morangos e chocolate. Depois disso a mesma receita começou a aparecer, Internet afora, com o nome de "Bombom de Travessa" (o que só prova que o povo adora pegar uma receita simples e boa e 'relançá-la', como se fosse coisa nova, rsrs). 



Esta sobremesa é muito apreciada por minhas filhas, pois é saborosa. Ela é também muito simples de fazer e ainda permite incrementações e variações.  Em minha família sempre a fazemos com morangos ou uvas, pois a leve acidez dessas frutas combina maravilhosamente bem com os outros ingredientes.

Bombom no Copinho
(rendeu 12 copinhos)

Ingredientes:


2 latas de leite condensado
1 colher (sopa) de manteiga
200 g de creme de leite para o brigadeiro (opcional, mas deixa o doce menos doce)
2 caixinha de morango (lavados e desfolhados e cortados em fatias, guarde alguns inteiros para colocar no topo do copo). Se preferir use uvas sem sementes
200 g de chocolate meio amargo ralado ou bem picado
200g de creme de leite (para o ganache)



Preparo:   
 
Numa panela, leve ao fogo o leite condensado com a manteiga e cozinhe (mexendo sempre) em fogo baixo, para não queimar. Depois que começar a borbulhar, ainda mexendo sempre, conte dois minutos e desligue o fogo (se preferir um creme mais firme, cozinhe até o ponto de brigadeiro de enrolar, que é quando aparece o fundo da panela).  Se for usar, mistura 200 gramas de creme de leite e reserve. À parte, derreta o chocolate juntamente com o creme e reserve. Distribua o brigadeiro branco (pode ser do preto também, se você preferir) em copinhos transparentes. Espalhe fatias do morango sobre o brigadeiro. Cubra tudo com o ganache (eu ainda espalhei chocolate branco ralado sobre o ganache). 
No topo de cada copo ponha um morango. Sirva esta sobremesa bem gelada. 


*******************************************************************


Banho


Estive lendo um livro que relata a vida de uma família residente num país em guerra. Por causa da guerra e outras razões o povo do país não tem as comodidades que temos. Um dos benefícios negados à população é o  de poder desfrutar de um banho diário.

Isso me fez refletir no quanto a privação de banhos deve ser incômoda e prejudicial aos seres humanos.


O banho não apenas nos permite limpar o corpo, mas também nos proporciona relaxamento e bem estar.

(sabonete em pétalas)

Um banho no verão é um alívio, e no inverno aquece o corpo e consola a alma, rsrs. O banho é um dos maravilhosos prazeres simples da vida.