Google+ Followers

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Biscoitos 'Spritz' Suecos de Amêndoas, Para Comer ou Presentear no Natal e ....



                           os 'spritz' são os biscoitos à esquerda, com formas especiais

Olá, gente! Continuo na "fazeção" de presentes comestíveis, rsrs.  A vantagem de fazer biscoitos é que eles conservam-se por mais tempo que outro prato. Desta vez fiz os 'Spritz' cookies, aqueles biscoitos feitos na maquininha de fazer biscoitos. Estes levam amêndoas que, como as outras 'nuts', acrescentam a eles um sabor a mais, especialmente as que entraram nestes, pois foram previamente torradas.


Biscoitos 'Spritz' Suecos de Amêndoas
(receita daqui)

xícara = 240 ml


Ingredientes
3/4 xícara de farinha de amêndoas torradas
1 xícara de manteiga à temperatura ambiente
1 xícara de açúcar
1 ovo
1 colher de chá de extrato de amêndoa
1 colher de sopa de leite
2 xícaras de farinha de trigo (acrescentei mais ¼ de xícara de farinha, porque achei a massa muito mole)
1/8 colher de chá de fermento em pó
1/4 colher de chá de sal

Instruções

1. Pré-aqueça o forno a 175 graus C. Espalhe as amêndoas sem a pele escura, em uma assadeira. Asse-as no forno pré-aquecido por 10 a 15 minutos, até que dourem ou até que exalem aroma. Retire-as do forno e deixe que esfriem completamente. Triture as amêndoas no processador de alimentos ou liquidificador até obter uma farinha. Não as triture demais, ou você vai obter manteiga de amêndoas. Ligue o forno novamente (a 180ºC).
2. Em uma tigela média, bata a manteiga e o açúcar até formarem um creme. Acrescente o ovo e misture o extrato de amêndoas e o leite. Peneire a farinha, o fermento eo sal e misture-os à farinha de amêndoa. Combine tudo com o creme de manteiga até que se forme uma massa macia. Refrigere a massa por 15 a 20 minutos. Isso ajudará os biscoitos a  manterem a forma, depois que eles saírem da máquininha de fazer biscoitos (dispára biscoitos/pistola).
3. Unte levemente a assadeira e preencha-a com a massa dos biscoitos formados pela máquina de fazer biscoitos.  Os suecos tendem a usar o disco em forma de estrela, para fazer este biscoito, você está livre para fazê-los na forma  que quiser, rsrs...
4. Asse os biscoitos por 8 a 10 minutos, no forno preaquecido, ou até que eles dourem. Deixe que esfriem na assadeira por um minuto, antes de os  transferir para uma gradinha, para que esfriem completamente.



                                                      aqui estão eles novamente
                              
                                 tenho feito muitos biscoitos para presentear pessoas agora no Natal


*************************************************

Outra opção simples e supimpa de presente feito na cozinha são os 'cubos' de açúcar, cuja receita publiquei aqui. Eu os prefiro branquinhos, para que não passem a cor às bebidas que vierem a adoçar. Mas eles ficam lindinhos coloridos! Desta vez os fiz também nas cores do Natal.

aqui eles já no vidro e com uma etiqueta - feita por você - em forma de coração!





segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Pernilzinho de Porco (Sugestão Para o Natal)



Olá, gente! Vou confessar, não faço muita questão de comer carnes em minhas refeições, e, claro, o mesmo acontece se a refeição for festiva. Mas com o povo da família se dá o contrário, se não tiver carne a refeição não é boa, rsrs.  Dias atrás eu fiz este pernilzinho pensando nos porcos que os meus pais assaram em muitos dos nossos Natais, pois eles preferiam esta carne à do peru, embora fizessem sempre as duas. De uns anos para cá as pessoas começaram a comentar que a carne de porco havia se tornado mais seca, e então levantaram muitas hipóteses sobre a causa disso. Eu não sei se isso é verdade, mas sei que se não for preparada do modo certo nenhuma carne fica boa, rsrs. Para garantir que este corte ficasse excelente eu o temperei na véspera (tarde da noite porque o meu dia foi atarefadíssimo, rsrs). E então o pus para assar às 10:00 horas da manhã do dia seguinte, porque queria que ele cozesse devagar, em forno médio/baixo (160ºC). A carne soltou um pouco do suco, porque não foi selada (frita previamente em pouco óleo, bem quente). Mas eu deixei que ela fosse assando no líquido que soltou, até que ele secasse, o que só ocorreu cerca de duas horas depois. Apesar do tempo longo no forno a carne não ficou excessivamente cozida e nem tampouco seca, muito pelo contrário, estava no ponto, pouco corada e muito macia e suculenta.

Pernil de Porco

Ingredientes

1 Pernil de cerca de dois quilos (claro que o tamanho pode ser outro)
Sal a gosto
3 folhas de sálvia fresca
1/3 de colher de chá de orégano fresco
2 raminhos de tomilho
1 pedaço de pimenta de cheiro
1 colher de sobremesa de mostarda (usei de Dijon)
1 e 1/2 colheres de sopa de óleo de cozinha 

Preparo

Na véspera, soque os temperos juntos, num pilão, misture-o à mostarda e esfregue tudo na carne. Ponha a carne num saco plástico e guarde-a na geladeira. No dia seguinte, espalhe metade do óleo numa assadeira e ponha a carne sobre ele. Espalhe o óleo restante sobre a carne e leve-a ao forno médio/baixo (160ºC) até que asse e fique corada (no meu forno demorou mais de duas horas).

Nota: a medida das ervas varia de acordo com a quantidade de carne. Verifique se a carne chegou ao ponto de tempos em tempos, para evitar que ela fique super assada e seca, se preferir aumente a chama do forno, para que a carne asse mais rapidamente. 


******************************************

Caso você esteja procurando outras carnes ou outros pratos natalinos dê uma pesquisada no blog, pois o que não faltam aqui são receitas típicas do Natal!


                                                                carnes e salgados



                            biscoitos sobremesas e muito mais




terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Bolachinhas de Leite condensado Para Presentear no Natal e... o que vem por aí.

 
 
 
 
Olá, gente! Tradicionalmente eu faço mais biscoitos no Natal, já que nesta época costumo presentear mais pessoas, com os biscoitos feitos por mim, rsrs.  Esta receita já foi postada aqui no blog, e no post em que fiz isso expliquei que ela foi publicada no Delicioso "Eternos Prazeres", de minha amiga Renata. Eu a publico de novo, porque sempre fizemos uma receita idêntica, mas muito maior, e o fato de a nossa ser grande nos permite dividir a massa em três partes e variar o sabor de cada uma, mediante o acréscimo de 'saborizantes' variados. Desta vez fiz biscoitos de limão (acrescentando a casca ralada de um limão Tahiti a uma parte da massa, equivalente a esta abaixo), e de coco (acréscimo de 3 colheres de sopa de leite de coco + 50 gramas de coco ralado adoçado à massa e ao topo do biscoito) e de especiarias (acréscimo de especiarias variadas, na ordem de 1/2 ou 1/4 de colher de chá de cada). Você pode simplesmente fazer esta receita várias vezes, variando também o sabor dos seus biscoitos. 

 
                                      (estes eram de limão)

 
Bolachinhas de Leite Condensado
 
Ingredientes:  
 
350 gramas de farinha de trigo 
40 gramas de fécula de batata (usei amido de milho)
100 gramas de açúcar 
150 gramas de manteiga em temperatura ambiente levemente amaciada
1 ovo batido 
1 colher de chá de fermento em pó
leite condensado o quanto baste   
Misture bem e todos os ingredientes e vá adicionando o leite condensado aos
poucos, até que se forme uma mistura homogênea, mas cuidado, não amasse
muito!  Faça uma bola com a massa e coloque na geladeira para descansar 30  minutos.  Ligue o forno a 180 graus.  Retire a massa, espalhe com um rolo e corte o formato desejado, leve ao forno  médio por cerca de 15/18 minutos. 



(estes, de especiarias)
 

Mas você pode fazer biscoitos com outras formas e sabores, pois aqui no blog há muitas receitas de bolachinhas e biscoitos:


 
    (você pode colocar os seus biscoitos numa lata bonita, como esta, que já é, ela própria, um presente) 


***********************************************

Mas o Natal é também a época de a gente colocar em prática as grandes experimentações e fantasias, relacionadas à decoração natalina, à decoração da mesa etc.,  por isso eu tenho feito as minhas experimentações, que pretendo ir publicando aqui no blog, aguardem, rsrs.



***


                                                                         ***








                                                                     

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Marzipan caseiro e sem clara, na largada para o Natal!

                                                      (bonequinhos de marzipan)

Olá, gente, o Natal já vem virando ali na esquina, e eu havia decidido que até que chegue o dia, todas as postagens deste blog lembrarão este fato, rsrs. Por isso mesmo é que ontem à noite fiz os bonequinhos do coral acima, pois hoje trago a receita do marzipan, a massa da qual eles foram feitos. Marzipan (marsepein, maçapão) é uma massa feita basicamente com açúcar e farinha de amêndoas, que são ligados por clara de ovo.  Eu tenho montes de receitas de marzipan, porque a gente pode variar a quantidade de açúcar e farinha de amêndoas à vontade.


                                                               (Marzipan)

Porém, eu quis passar pra vocês uma receita que venho fazendo e não leva a clara crua, já que muita gente passou a ter medo de comer ovo cru (não tem problema, se o ovo for fresco e de boa procedência, hein? rsrs.). Mas a minha receita leva calda de açúcar caseira e é preciso saber reconhecer o chamado ponto de pérola da calda, ou possuir um termômetro para doce, por isso preferi buscar uma receita que utilizasse uma "calda" comprada já pronta, e assim a encontrei  esta, nessa página, rsrs. Marzipan é utilizado para cobrir bolos e doces (com esta massa da foto eu fiz também a cobertura do Frasier). Ele é também a base de muitos doces, além de servir para moldar figuras. 



Marzipã Caseiro sem clara
 
2 e ½ xícaras de farinha de amêndoas
1 xícara de açúcar de confeiteiro
Pitada de sal
1 colher de chá de essência de amêndoas
1/3 de xícara de xarope ‘Karo’ claro (pode ser substituído pela mesma quantidade de calda caseira de açúcar)


Misture a farinha de amêndoas, o açúcar, o xarope, o sal, a essência e o Karo. Amasse tudo até mistura fique bem homogênea. Se, necessário, acrescente gotinhas de água ou suco de limão até que a massa se torne lisa. Empregue o marzipan ou embrulhe-o em filme plástico e guarde-o na geladeira, dentro de um pote hermético. O marzipan assim conserva-se bem durante um mês.


***************************************** 


                                           (imagem daqui)



e, no próximo post, muito mais coisa referente ao Natal! 
 




quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Agradecendo, com o drink mais fácil do mundo




Olá, para todos! Hoje - em alguns países - é celebrado o dia de ação de graças, acontecimento que considero muito legal! Nós tendemos a não enxergar devidamente os benefícios que recebemos, pois costumamos manter o foco no que nos falta. Com isso, não só agimos como ingratos, mas também perdemos a alegria que vem com o reconhecimento de que temos recebido muitas coisas boas da vida.

 Outro dia eu estava assistindo a um filme do Jim Jarmusch, em que os personagens falavam da possibilidade de nós - os habitantes da Terra - virmos a ficar sem água potável nos próximos anos. "Eles  só perceberão isso quando for tarde demais", disseram. Esta predição pode se confirmar ou não (há indícios fortes de que pode acontecer!), porém, ainda que jamais aconteça, você já parou para pensar na maravilha que é ter água abundante e ao alcance da mão para satisfazer às suas necessidades?  É muito provável que não, né? rsrs. No entanto, a gente só sobreviveria uns poucos dias sem água.




O mesmo pode ser dito sobre a comida: nós também não somos suficientemente gratos pela comida que recebemos, mesmo não ignorando que uma parte grande da população do mundo morre de fome todos os dias. Isso me lembrou de outro filme que vi recentemente, o Interestelar (de Christopher Nolan), cuja estória foi embasada num fenômeno acontecido nos EUA, nos anos 30, que ficou conhecido lá pelo nome de "Dust Bowl". Este nome designaria as imensas tempestades de areia que expulsaram 2,5 milhões de pessoas de suas casas, situadas entre o rio Mississippi e as montanhas rochosas, no 'miolo' do país. Quem morava na região, naqueles anos, foi obrigado a emigrar para outras partes. As tempestades de areia foram causadas inadvertidamente pelos homens,  que arrancaram a vegetação nativa, que recobria o solo, a fim de plantar outras culturas na terra. Porém, um período prolongado de seca, (combinado com a terra exposta) resultou na formação de nuvens de poeira tão medonhas, que elas não apenas inviabilizavam qualquer produção, como vieram a matar crianças e idosos, e até a soterrar casas.  Por isso mesmo, algumas pessoas consideram que este foi o maior desastre ambiental ocorrido naquele país.




             (imagem retirada da Internet)

Mas isso só mostra o quanto somos sortudos, pois é frágil o equilíbrio dos fatores que mantêm a vida na Terra. A manifestação de nossa gratidão deveria, pois, ser diária, né não? rsrs.



                                   imagem retirada da Internet


Drink mais fácil do mundo

Derrame a bebida escolhida (de preferência champanhe ou vinho branco) nas taças. Ponha uma colher de sobremesa de sementes de romã (ou mesmo frutinhas pequenas, como groselha) em cada uma. Está pronto! rsrs.




Pin It button on image hover