Google+ Followers

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Bolachas Digestivas e filme 'Dúvida'





Olá, gente! Dias atrás estive pesquisando receitas de biscoitos e bolachas digestivas, porque queria os fazer para enviar a pessoas idosas de minha família. A palavra "digestiva" sempre nos remete a comidas mais saudáveis, não é verdade? Mas estas bolachas há muito tempo perderam esta característica, se é que um dia realmente a tiveram. Eu acreditava que elas correspondessem aos nossos biscoitos 'Maizena- Maria', que, por serem mais sequinhos (menos gordurosos?) e básicos, são utilizados até para fazer massas de tortas. As receitas que encontrei, porém, os mostravam como biscoitos "normais", amanteigados e/ou ricos em ingredientes calóricos e pouco digestivos, rsrs. Escolhi esta receita porque ela se chama "Perfet Digestives Biscuits" (Biscoitos Digestivos Perfeitos) e leva farinha integral, aveia e açúcar mascavo. E o fato é que gostei muito delas! São pouco doces (esta sim, uma característica dos biscoitos digestivos) saborosas e com uma textura meio granulosa. O único problema desta receita é que ela rende poucas bolachas (em minha opinião), dezoito, maiores do que uma bolacha Maria comum.
 
Bolachas Digestivas Perfeitas

Ingredientes:

 3/4 xícara de Farinha de trigo integral
 1/4 xícara de farinha de trigo
 1/2 colher de chá de fermento em pó:
 1 colher de sopa de flocos de aveia (coloquei duas)
 4 colheres de chá de manteiga
 4 colheres de sopa de açúcar mascavo
 4 colheres de sopa de leite


Passos


1. Preaqueça o forno à temperatura de 190º C. Unte, levemente com manteiga, uma assadeira de tamanho médio.
2. Numa tigela grande, peneire o fermento em pó e a farinha. Junte a farinha de aveia. Bata a manteiga e o açúcar mascavo juntos, e adicione-os à outra mistura. Junte o leite e certifique-se que a mistura se transforma em pasta grossa.
3. Na superfície enfarinhada sove a massa até que fique homogênea. Abra-a (com um rolo de massa (entre dois pedaços de plástico). Com cortador de biscoitos, corte a massa em rodelas não muito finas. Transfira as bolachas para a assadeira, e use um garfo para furá-las.
4. Para o processo de cozimento, você vai precisar de 15 a 18 minutos, e se certificar de que as bolachas comecem a dourar. Na grelha, deixe que esfriem e depois armazene-as potes herméticos.

Notas:

1 - A massa fica meio mole, mas chega ao ponto de abrir devido à farinha da superfície em que é estendida. Se você desejar que a massa fique mais firme, sem este acréscimo de farinha, ponha-a na geladeira por 1 hora, antes de abri-la. Acrescentei mais uma colher de sopa de aveia à minha massa e isto melhorou a textura e o sabor das bolachas.



2 - A manteiga pode ser substituída por margarina; e o leite por leite de soja ou água, o que deixará  as bolachas livres da lactose.




*********************************************


Revi ontem, num dos canais pagos, o filme abaixo:






Filme: Dúvida (Doubt – EUA – 2008)

Pode existir algo mais injusto e odioso do que ser alvo de suspeitas infundadas de alguém? E se as desconfianças se transformam em fofocas, que distorcem ações bem intencionadas, transformando-as em manipulação e abuso? Mas... por outro lado, e se os juízos feitos não forem infundados e as acusações tiverem causa real? É esta a questão de que trata este filme. Todavia, nada fica definitivamente claro, e tudo colabora para que a dúvida persista. 

A ação se passa no início dos anos 60, época em que ainda havia muita rigidez nos costumes, sobretudo nos relacionados à educação de crianças. Esta rigidez era mais forte nas escolas de base religiosa, caso desta da qual iremos falar, que é uma escola católica. Ela é dirigida pela irmã Aloysio (interpretada por Meryl Streep) freira linha dura, conservadora, à antiga, e defensora da disciplina imposta através do medo. 

A escola acabou de receber o primeiro aluno negro, Donald, menino de doze anos, que devido à intolerância de que é vítima, se vê protegido pelo padre Flynn (Philip Seymour Hoffman), sacerdote da escola, mais liberal e contrário às rígidas práticas de irmã Aloysio. Padre Flynn parece ser uma pessoa mais humana e compassiva, enquanto que irmã Aloysio é pura austeridade e rigor. O rigor pessoal das freiras era tanto, que uma gratificação simples, como a de adoçar o chá, era vista como fraqueza. Ocorre que padre Flynn gostava de adoçar o chá, de música profana e das crianças. E também tinha o mau hábito de manter unhas sem corte!

Irmã Aloysio desaprovava tudo isso, mas só “comprovou” mesmo, que havia algo muito errado com o padre, quando outra freira (Amy Adams) relata que Donald fora chamado à reitoria, pelo padre Flynn. E voltara de lá com um jeito esquisito. Irmã Aloysio suspeita que o menino fora molestado pelo padre. E aí começa o embate entre este e as duas freiras.



Achei a interpretação dos três atores brancos maravilhosa. Mas, para mim, a parte mais emocionante do filme foi proporcionada pela atriz Viola Davis, que faz a mãe de Donald. Chorei na parte em que ela dialoga com irmã Aloysio - caminhando pela rua, porque dispunha de pouco tempo para a conversa com a freira. São muito comoventes as razões que ela apresenta para a postura que assume. Este filme é muito bom, recomendo!





20 comentários:

Pedrita disse...

esse filme é maravilhoso. o roteiro é incrível. as interpretações maravilhosas. falei do filme aqui http://mataharie007.blogspot.com.br/2010/04/duvida.html bejios, pedrita

Jussara Silva disse...

Fiquei bem interessada no filme. Quantos às bolachas, combinam demais com um chá. Rsrs. São perfeitas mesmo!
Tenha uma boa semana, Marly!
Bjos.

Ana Paula Formigoni disse...

Confesso que essas bolachas me intrigaram,adorei o nome porque jamais associaria uma bolacha com algo digestivo e depois elas ficaram com uma "cara' muito boa.Quanto ao filme,já assisti é denso e um show de interpretação.

Prata da casa disse...

Querida Marly: desta vez começo pelo fim, ou seja, pelo filme. Vi há pouco tempo e adorei. Claro que a interpretação magistral dos atores é também uma mais-valia para o filme,mas o argumento é fantástico mesmo.
Quanto às bolachinhas digestivas adorei e vou salvar a receita. Parecem deliciosas e com ingredientes tão bons. O facto de não serem muito doces,para mim, é o melhor.
Bjn
Márcia

Letrícia disse...

Não conheço o filme, mas o elenco, por si só, já diz muito dele. Quanto às bolachas, já guardei a receita, pois ainda não encontrei uma que me convencesse de verdade. Vinda de você, fico sossegada ;-)

Beijos!

vinicius teslenco disse...

Ah Marly, essas bolachinhas encheram meus olhos de desejo !!
Este filme é daqueles que assistimos , e ficamos vários dias pensando...

Abraço


Zul

grazi disse...

gostei muito da sua versao : muita mais leve da que eu faço.

poderia me dar a equivalencia das 4 colheres de chá de manteiga em gramas?

muito obrigada!

Renata disse...

Oi Marly, seus biscoitos digestivos ficaram perfeitos! Nem parecem feitos em casa, com aqueles buraquinhos e tudo! Lindos demais! Adorei a sua versão mais leve deve ter ficado delicioso.
Vi este filme ha muito tempo, adorei tb! Sou fã da Merryl Streep.
Bjsss

sandra neiva disse...

Adoro esse filme, muito, muito bom, mas os actores em minha opinião também são muito bons.
E boas são estas bolachas e com aveia que boas, e estão bem perfeitas.

beijinhos

Marly disse...

Olá, Grazi,


Confesso que não sabia qual era o peso de 1 colher de chá de manteiga, rsrs. Mas dei uma pesquisada na Internet e achei naquela página "Answers" esta resposta:

"There are approximately 5 grams of butter per teaspoon". (Há aproximadamente 5 gramas de manteiga em cada colher de chá). Logo, as quatro totalizam 20 gramas.

Um abraço!

Lylia Diógenes disse...

Oi Marly,
Já vi esse filme e concordo com você, é realmente muito bom.
Já o biscoito é novidade e já estou querendo experimentar. Eu também tinha outra ideia de biscoitos digestivos rsrs
Bj,
Lylia

Liliane de Paula disse...

Comprei uns biscoitos deliciosos no Chile.
Comi por lá e comprei para trazer.
Mas não sou fã de coisas doces.
Então, os que comprei vão demorar a ser comidos.

O filme já vi e é muito bom.
No final tenho dúvida se o padre molestou ou não.

grazi disse...

marly , super gentil de ter me respondido mas o que eu queria mesmo era que vc pesasse a quantidade que vc usou , se for possível!

desculpe o incomodo.

1 abraço.

Rosa Paula I Le Paquet disse...

Oi, Marly! Sempre desconfio um pouco desses biscoitos quando vejo por aí, mas acho que feitos em casa devem ficar bem saborosos e realmente saudáveis, mesmo que pouco doces.
Eu também gostei muito do filme. O elenco é de arrasar! E, apesar de ter visto há muito tempo, lembro bem da cena que você falou que foi bem marcante. Retrata muito da realidade daqueles tempos.
Tenha uma ótima semana!

Pepa disse...

Marlyyyyyyyyyyyyyyyy !! Tô atrás de biscoitos assim porque quero enviar para outro estado, e queria que fossem saudáveis, coisa que realmente tá difícil, srsrrssr
Você acha que dá para mandar pelo correio, numa lata ? Tipo são uns 15 dias de viagem (já que nosso correio é aquela maravilha né ?)
Amei, ficaram lindos !!

Não assisti esse filme, mas com indicação é sempre mais legal !!

Bjus 1000 e uma ótima semana !!

PINTA ROXA disse...

Faço muitas vezes bolachas em casa com os gémeos, parecidas com estas nunca fiz. normalmente é de "qualquer coisa que leve chocolate)muito menos saúdaveis eu sei, mas que agradam a todos, principalemte a eles e á Joana.
O filme , desconheço, nunca vi.
Beijinhos e resto de uma boa semana.
Pinta

Andréa disse...

Olá queria Marly!
Vou levar a sua receita e claro que vou fazer, bolachas perfeitas!
Sempre faço biscoitos aqui em casa, quando o meu esposo chega do trabalho
sentamos à mesa p/ saborear com um chá, vou fazer a sua receita, amei!

Quanto ao filme, gostei da sinopse, lição de vida!

Bjs, fique com Deus! ♥

grazi disse...

oi , vc pode pesar a quantidade que vc usou de manteiga e me responder , por favor!

obrigada.

Marly disse...

Oi, Grazi,

Finalmente pesei a manteiga hoje à tarde. Como ponho colheres bem cheias, as minhas quatro totalizaram 22 gramas. Pretendo fazer este biscoito de novo, em breve, e vou acrescentar um pouco mais de manteiga. Um abraço!

grazi disse...

muito obrigada pela resposta.


Pin It button on image hover